Questão 30

Questão 30 - ¿Nossas instituições vacilam, o cidadão vive receoso, assustado; o governo consome o tempo em vãs recomendações... O vulcão da anarquia ameaça devorar o Império: aplicai a tempo o remédio.¿ Padre Antonio Feijó, em 1836.Essa reflexão pode ser explicada como uma reação àa) revogação da Constituição de 1824, que fornecia os instrumentos adequados à manutenção da ordem.b) intervenção armada brasileira na Argentina, quecausou grandes distúrbios nas fronteiras.c) disputa pelo poder entre São Paulo, centro econômico importante, e Rio de Janeiro, sede do governo.d) crise decorrente do declínio da produção cafeeira, que produziu descontentamento entre proprietários rurais.e) eclosão de rebeliões regionais, entre elas, aCabanagem no Pará e a Farroupilha no sul do país.

Redação |

Resposta: E

O Período Regencial (1831-1840) no Brasil relaciona-se com um momento de extrema instabilidade política, que se apresentava sob os ditames de um poder comandado pelas elites, de um império sem imperador e de regentes que defendiam ora a centralização (como no caso de Feijó) e ora a descentralização política como solução para o governo do país.

A anarquia referida por Feijó, no texto apresentado pela questão, transparecia nas rebeliões populares ou elitistas do período como algo que destoava da situação vigente, mas que na verdade demonstrava a ausência de um poder centralizado capaz de manter a ordem e a estabilidade política.

    Leia tudo sobre: vestibular

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG