Avaliação do ensino superior é obrigatória e impede aos faltosos a emissão do diploma

Quase 20% dos 366 mil alunos de cursos superiores convocados para participar do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), aplicado na último domingo (6), faltaram às provas. A avaliação é obrigatória e os alunos que não compareceram ficam impedidos de colar grau e, consequentemente, receber o diploma.

O Enade é um dos principais componentes dos indicadores utilizados pelo Ministério da Educação (MEC) para avaliar a qualidade dos cursos superiores. A cada ano, são avaliadas diferentes áreas do conhecimento. Nesta edição, o maior percentual de faltosos foi registrado entre os alunos de ciências sociais: 36,2%. Já a maior taxa de participação foi entre os estudantes de engenharia: apenas 7,3% faltaram.

Para regularizar a situação, o estudante que faltou à prova deste domingo precisa participar do próximo Enade, em 2012. Essa inscrição deverá ser feita pela instituição de ensino superior na qual está matriculado. Em anos anteriores, os alunos que faltaram tiveram um prazo para apresentar justificativa ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.