Projeto quer direito a faltas no trabalho por reuniões na escola

Proposta no Senado prevê que dois dias por ano sejam reservados para pais conversarem com professores dos filhos

iG São Paulo |

Faltar no trabalho para ir à reunião da escola dos filhos pode ser um direito constitucional ao menos duas vezes por ano. Um Projeto de Lei no Senado quer acrescentar a situação a lista de ausências justificáveis previstas na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

A proposta da senadora Lídice da Mata recebeu parecer positivo da Comissão de Direitos Humanos no início do mês e desde então aguarda avaliação da Comissão de Educação. Segundo o texto, a ausência do trabalhador ao serviço por um dia a cada seis meses para comparecimento as reuniões escolares dos seus filhos seria permitida mediante comprovante de comparecimento à escola.

A falta de integração entre as famílias e a escola é apontada por educadores como um agravante da falta de interesse dos estudantes pelos estudos. Em enquete no site do Senado, quase duas mil pessoas opinaram sobre o tema e quase 90% do total era a favor da medida até a tarde desta terça-feira.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG