Professores em greve fazem manifestação no centro de SP

Profissionais da rede municipal querem garantia das férias nas creches e antecipação de reajustes previstos até 2014

iG São Paulo |

Professores da rede municipal de ensino realizam um ato na Praça do Patriarca, no centro de São Paulo, na tarde desta quarta-feira em continuação à greve iniciada na segunda-feira. Segundo a organização, há mais de 3 mil pessoas no local. O sindicato diz que 60% dos docentes aderiu ao movimento grevista. Segundo a Secretaria Municipal de Educação, foram 10%.

Futura Press
Manifestação de professores na Praça Patriarca após semana de greve

Os professores reivindicam a antecipação dos índices de reajuste garantidos por lei para 2013 (10,19%) e 2014 (13,43%), realização de concursos públicos, redução do número de alunos por sala de aula e construção de escolas. Mais de 125 mil crianças esperam por uma vaga nas creches e pré-escolas da Capital, segundo o último levantamento da Secretaria Municipal de Educação, divulgado em fevereiro.

A Secretaria de Educação informa que o piso salarial em São Paulo, de R$ 2.600 é um dos mais altos do País. Em relação as férias em janeiro, a pasta concorda, porém ações judiciais obrigam a Prefeitura a abrir unidades.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG