Categoria iniciou paralisação há 16 dias e diz não ter recebido proposta do governo

Reunidos em assembleia realizada nesta terã-feira (27), na Praça do Buriti, em Brasília, os professores da rede pública do Distrito Federal decidiram, por ampla maioria, manter a greve iniciada há 16 dias . O sindicato da categoria (Sinpro-DF) está organizando reuniões nas escolas para esclarecer pais e alunos sobre os motivos da greve.

- Veja galeria de fotos das manifestações realizadas por professores em diferentes Estados

Segundo a diretora da Comissão de Negociação dos Professores, Rosilene Corrêa, o governo ainda não apresentou uma proposta para as reivindicações pela categoria. A Secretaria de Administração Pública do governo do Distrito Federal (GDF) reafirmou que não há previsão de aumento salarial para os professores. Com dificuldades de caixa, o GDF adotou medidas para reduzir despesas com pessoal e, assim, cumprir os limites impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Professores da rede pública do DF fazem manifestação em frente ao Palácio do Buriti, em Brasília
Agência Brasil
Professores da rede pública do DF fazem manifestação em frente ao Palácio do Buriti, em Brasília

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.