Professores, bibliotecários e crianças entram de graça na Bienal

21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo será aberta ao público na sexta-feira; expectativa é de que 700 mil visitem o local

Agência Brasil |

Professores e bibliotecários, além de crianças com até 12 anos e pessoas com mais de 60 anos, poderão visitar gratuitamente a 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, evento que será aberto ao público nesta sexta-feira (13) e que vai até o próximo dia 22, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, na zona norte da capital paulista.

Cerca de 120 mil estudantes inscritos por suas escolas no programa gratuito de visitação escolar também irão economizar para as compras os R$ 5 da meia-entrada. Ao menos nesta quinta-feira (12), com o pavilhão aberto exclusivamente para autoridades e profissionais da área, foi possível encontrar livros a partir de R$ 3. De acordo com a assessoria do evento, dos 120 mil alunos inscritos no programa, somente 40 mil são da rede pública estadual ou municipal.

Segundo os organizadores do evento, considerado o terceiro maior do gênero em todo o mundo, a gratuidade serve de estímulo para que um maior número de pessoas prestigie a mostra. A expectativa é de que 700 mil visitem o local nos próximos 10 dias.

Os professores dos ensinos fundamental e médio contarão ainda com um espaço dedicado à realização de cursos de capacitação sobre como utilizar adequadamente o livro em sala de aula. As oficinas "Como selecionar livros para meus alunos e minha escola" ocorrerão entre os próximos dias 16 e 20. As inscrições custam R$ 20 e devem ser feitas no site www.bienaldolivrosp.com.br .

Para entrar gratuitamente, os professores, bibliotecários ou profissionais do livro devem apresentar à entrada um documento que comprove seu vínculo com alguma instituição de ensino, biblioteca, editora, distribuidora, livraria, empresa de venda direta ou porta a porta ou gráfica.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG