Pesquisa CNI/Ibope aponta percepções da população em relação ao ensino. Rede particular é considerada melhor que a pública

A pesquisa “Retratos da Sociedade Brasileira: Educação”, feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em parceria com o Ibope, aponta que 61% da população brasileira reconhece a educação como fator essencial para o desenvolvimento do País.

A pesquisa entrevistou entre os dias 18 a 21 de junho deste ano 2.002 eleitores, com idades entre 16 e 70 anos, de 140 municípios brasileiros – apenas os Estados do Acre, do Amapá e de Roraima não foram visitados. Sessenta e um por cento dos entrevistados concordam totalmente com a afirmação “a baixa qualidade do ensino vai prejudicar o desenvolvimento do País”. Outros 24% concordam em parte com a frase.

A baixa qualidade do ensino vai prejudicar o desenvolvimento do País?

Percentual de respostas (%)

Gerando gráfico...
CNI/Ibope

Os entrevistados também acreditam que a educação melhora o poder aquisitivo do cidadão: 83% concordam totalmente ou em parte que “a renda de uma pessoa será maior quanto mais anos de educação ela tiver”.

Escolas públicas

A pesquisa aponta que o ensino particular é considerado melhor que o público pela população brasileira. Em todos os níveis – fundamental, médio e superior – o ensino privado é melhor avaliado pelos entrevistados.

Para a maioria da população, nenhum dos níveis de educação pública “prepara bem” os alunos para o nível subsequente ou para o mercado de trabalho. A percepção predominante, de pouco mais que 40% dos entrevistados, é de que o aluno chega ao próximo nível educacional ou ao mercado de trabalho “razoavelmente preparado”.

Entre os serviços da escola pública, o item com pior avaliação foi o da segurança. Em uma escala de 0 a 10, a nota média da segurança nas escolas de educação fundamental é 5,4 e a nas escolas do ensino médio é 5,5. Já os professores foram bem avaliados de um modo geral. No caso da educação fundamental, as médias variam de 6,8 a 7,3, e para o ensino médio, de 6,7 a 7,3. Em ambos os casos a maior nota refere-se ao preparo e conhecimento das matérias dadas em sala de aula.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral, sob o protocolo nº 16292/2010.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.