Ordem de vestibulares de SP dá folga para candidatos de públicas

Neste ano, haverá um fim de semana entre a prova da Unicamp e a da Fuvest; provas das PUCs serão neste intervalo

Marina Morena Costa, iG São Paulo |

O calendário unificado dos principais vestibulares de São Paulo foi divulgado na última terça-feira e trouxe alívio para os estudantes que tentarão ingressar em uma universidade pública paulista. Neste ano, haverá um fim de semana de intervalo entre os vestibulares com maior número de inscritos do Estado, o da Universidade Estadual Paulista (Unesp) , o da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e o da Universidade de São Paulo (USP) , a Fuvest.

A maratona de provas começa num domingo, dia 6 de novembro, com o vestibular da Unesp. No domingo seguinte, dia 13, os estudantes encaram a prova da Unicamp e duas semanas depois, no dia 27 será a vez da Fuvest, que seleciona estudantes para a USP e para a Faculdade de Medicina da Santa Casa. No ano passado os três vestibulares foram realizados em domingos consecutivos.

Letícia Mayumi, de 17 anos, gostou da mudança. A estudante quer cursar engenharia elétrica e se prepara para os vestibulares da USP, Unicamp e Unesp, além do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será o processo seletivo da Universidade Federal de São Carlos (Ufscar). “Acho bom a Fuvest ser a última, porque é a mais importante pra mim. E ainda terei um fim de semana de intervalo, mas não de descanso”, diz a estudante, que garante que irá aproveitar para estudar no período.

O calendário ficou bem tranquilo para Fábio Shibuya, de 17 anos, que irá prestar Unesp e Fuvest – além do Enem, que ainda não tem data marcada. O estudante terá três semanas de intervalo entre um vestibular e outro. “Vai ser bom, porque terei tempo de esfriar a cabeça”, comemora.

Para Ana Toselli, de 18 anos, a maratona de vestibulares também ficou menos pesada este ano. A estudante irá prestar os vestibulares da Unicamp, USP (Fuvest) e Unifesp para ingressar em biologia. “No ano passado foi muito estressante. Cheguei a tomar remédios para dormir”, conta.

Vestibular e mais vestibular

Marina Morena Costa
Calendário de provas não importa para Juma e Ana, que prestarão todas as provas
No intervalo entre os vestibulares das universidades públicas paulistas, são realizadas ainda as provas da PUC-SP, no dia 20, e da PUC-Campinas, dia 25, instituições particulares com menor número de inscritos, mas bastante disputadas entre os estudantes que querem fazer medicina. As amigas  de 19 anos, são veteranas na disputa por uma vaga neste curso e vão prestar os vestibulares das PUCs, das públicas de São Paulo e do Rio de Janeiro.

“No ano passado prestei 11 vestibulares e gastei mais de R$ 3 mil com inscrições e viagens”, conta Ana. Para as amigas que vieram de Rondônia para estudar em São Paulo, a ordem dos vestibulares não altera o resultado. “Como são muitas provas, não importa qual vem antes ou depois”, explica Juma.

A maratona de estudos da dupla é puxada. Além das aulas no cursinho Anglo, na parte da manhã, elas estudam durante a tarde e aos sábados. “Estudamos das 7h às 20h, com intervalo apenas para o almoço”, conta Juma.

    Leia tudo sobre: vestibular 2calendáriouspunespunicampfuvestprova

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG