Olimpíada de matemática é aplicada para 860 mil alunos

Segunda fase da competição aconteceu no sábado em 8.474 centros de aplicação de testes distribuídos em 5.397 municípios

Agência Brasil |

Brasília - Mais de 860 mil estudantes de educação básica em todo o País participaram na tarde de sábado (11) da segunda fase da 6ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), 8.474 centros de aplicação de testes foram distribuídos em 5.397 municípios brasileiros.

A prova foi feita por alunos do 7º e 8º anos do ensino fundamental e estudantes de qualquer série do nível médio.

Juliana da Silva de Oliveira, de 11 anos, está no 6º ano do ensino fundamental e diz que a primeira fase da competição não foi “tão difícil”. Pouco antes de participar da segunda fase, a estudante demonstrou nervosismo. “Estou ansiosa. Posso ganhar prêmios, ajudar a escola e os professores”, explicou.

Apesar da pouca idade, a adolescente já sabe que profissão quer ter no futuro – médica. Mais uma razão, segundo ela, para participar de competições como a Olimpíada de Matemática. “É importante, bom para o currículo. Quero ajudar vidas.”

Higor da Silva Menezes, de 12 anos, cursa o 6º ano de ensino fundamental e também sonha em ser médico. Mas confessa que a a dificuldade com a matemática aparece de vez em quando. “Gosto, mas não muito.” A saída, segundo ele, é não deixar o nervosismo atrapalhar na hora da prova.

“Competições assim são importantes porque divulgam a importância de estudar. Vou participar nos próximos anos e, se ganhar, vou mostrar o prêmio para o meu professor”, contou.

Joyce Vieria Barbosa, de 11 anos, cursa o 6º ano do ensino fundamental, e ainda não tem ideia do que quer ser quando ficar mais velha. A única certeza dela é que a matemática não será um entrave na hora de escolher a profissão. “Exercício e dever de casa ajudam. Se não, peço para a professora explicar tudo de novo”, disse.

As provas tiveram duração de três horas e os alunos responderam a questões dissertativas (de seis a oito). O resultado final será divulgado no dia 26 de novembro.

A Olimpíada Brasileira de Matemática funciona como um projeto de estímulo ao estudo da disciplina. Além de oferecer estágios aos professores premiados, o MEC proporciona a participação de alunos com melhor desempenho no Programa de Iniciação Científica Júnior, com bolsa de estudos integral oferecida pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Durante a primeira etapa da competição, foram feitas 19,6 milhões de inscrições de alunos de 44,7 mil escolas dos 26 estados e do Distrito Federal.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG