Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica terá versão Pan-Americana

A Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), organizada há 11 anos pela Agência Espacial Brasileira (AEB) e pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), se tornará um evento internacional.

Agência Fapesp |

A coordenadora do Programa AEB Escola, Ivette Rodrigues, uma das organizadoras da competição, lançou a proposta da Olimpíada Pan-Americana de Astronomia e Astronáutica durante a realização dos Campamentos Espaciales ¿ Ecuador 2008, evento de educação espacial que ocorreu no final de maio nas cidades de Quito e Ibarra.

Aceita pelos representantes dos demais países, a idéia deverá ser colocada em prática a partir de 2009, em comemoração ao Ano Internacional da Astronomia. Deverão se integrar à iniciativa os seguintes países: Argentina, Chile, Colômbia, Equador, México Paraguai, Peru e Uruguai.

Segundo informações da AEB, o Brasil fornecerá o aporte técnico necessário para a realização do evento. Uma das contribuições será a distribuição de material didático utilizado pelo Programa AEB Escola e, em um segundo momento, o programa promoverá cursos de formação de multiplicadores das ações desenvolvidas no Brasil.

Os países que participarem dessa olimpíada ficarão responsáveis por sensibilizar e mobilizar suas escolas, dando condições aos alunos e professores de realizar as atividades. As escolas interessadas devem se cadastrar, aplicar e corrigir os testes, além de enviar os resultados para a comissão organizadora da Olimpíada, que ficará sediada no Brasil.

Será criado ainda um comitê nacional com representantes de instituições ligadas aos temas de astronomia e astronáutica e um fórum intergovernamental, que será responsável pela organização do evento.

Mais informações sobre a OBA: www.oba.org.br

Leia mais sobre: Astronomia - Astronáutica

    Leia tudo sobre: astronomiaastronáutica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG