Dezenove municíos ainda não iniciaram a reconstrução dos locais de ensino

As obras nas instituições de ensino dos 19 municípios atingidos por enchentes em Alagoas ainda não começaram. Segundo Irineu Mário Colombo, ex-reitor pro tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas, o Estado tem até 19 de dezembro para concluir as obras com dispensa de licitação.

De acordo com o Ministério da Educação, o governo federal repassou aos cofres do estado R$ 120 milhões, no dia 19 de junho, cerca de 70% do valor estimado para a reconstrução e reforma de todas as escolas destruídas, orçado em R$ 170 milhões.

Dos 19 municípios, quatro estão em situação de emergência e 15 em situação de calamidade pública. No total será necessária a reconstrução de mais de 60 escolas e a reforma de outras 23. O recurso foi direcionado para o estado, que é responsável pela recuperação tanto da rede estadual quanto da municipal.

“Estamos preocupados com que se gaste bem estes recursos. O governo federal está no apoio e no acompanhamento dos trabalhos. Gostaríamos que as obras saíssem do papel e que o dinheiro fosse aplicado o mais breve possível”, destacou Colombo.

O novo reitor eleito do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas, Sérgio Teixeira Costa, tomou posse nesta segunda-feira (2), no Ministério da Educação. Costa informou que o instituto está atuando em parceria com o estado, na liberação de técnicos para a reconstrução dos equipamentos de ensino destruídos.

(Lisiane Wandscheer)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.