Veja a tabela com os dados preliminares das matrículas em todo o País" / Veja a tabela com os dados preliminares das matrículas em todo o País" /

Números preliminares apontam 52 milhões de alunos matriculados

SÃO PAULO ¿ O Ministério da Educação divulgou nesta quarta-feira os dados preliminares do Censo Escolar 2009, com o levantamento do número de matrículas em creches, pré-escola, ensino Fundamental e Médio em todo o País. http://educacao.ig.com.br/imagens/arquivos/cdocuments_and_settingscrochameus_documentoscenso2009.pdf target=_blankVeja a tabela com os dados preliminares das matrículas em todo o País

Redação iG Educação |

Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Escolares Anísio Teixeira (Inep), o Brasil tem 52.099.832 estudantes matriculados na educação básica creche, pré-escola, ensino fundamental, ensino médio, educação especial, educação de jovens e adultos e educação profissional.

De acordo com os dados preliminares, há 1.860.872 matrículas em creches. Na pré-escola são 4.809.620 e, na educação fundamental, 17.139.755 nos anos iniciais e 14.351.200 nos anos finais. No total, 8.280.875 estudantes cursam o ensino médio regular. Na educação de jovens e adultos são 4.577.517 matrículas; na profissional, 837.011 e, na especial, 242.982.

A maior parte das matrículas concentra-se na rede pública. São 215.901 estudantes na rede federal, 20.646.917 nas estaduais, 24.148.378 nas municipais e 7.088.636 na particular.

O censo constatou que há 194.546 estabelecimentos de ensino em funcionamento 41.506 são creches; 104.224, pré-escolas; 136.329 destinam-se a alunos dos anos iniciais da educação fundamental e 61.624 a alunos dos anos finais.

O ensino médio conta com 25.709 instituições. Outras 40.078 destinam-se à educação de jovens e adultos; 3.461 à educação profissional e 5.350 à educação especial. A área federal conta com 301 estabelecimentos; 32,2 mil são estaduais; 24.148.378 são municipais e 7.088.636, da rede particular.

Dados definitivos

Os dados preliminares servem de alerta para os governos estaduais e municipais, pois, em 30 dias serão lançados os números oficiais e servirão de base para as verbas do MEC a serem destinadas ao ensino de cada localidade. Caso os municípios e estados constatem que dados estão abaixo do estimado, eles têm esses 30 dias para corrigí-los.

    Leia tudo sobre: censo educacionalcenso escolarhaddadinepmec

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG