Município oferece pipoca e chá na merenda escolar

Rede suspendeu o oferecimento de merendas até que verba para alimentação escolar seja aprovada por vereadores

iG São Paulo |

O município de Planalto da Serra, que fica a 256 km de Cuiabá, no Mato Grosso, suspendeu de vez a merenda escolar das escolas municipais depois que o Ministério Público do Estado (MP) obteve liminar impedindo que fossem servidos apenas pipoca e chá para os 450 alunos da rede.

De acordo com a assessoria de imprensa do MP, durante as investigações foi constatado que a merenda servida aos alunos vinha apenas dos recursos federais, sem nenhum investimento da administração  municipal. A prefeitura não havia criado nem mesmo um Conselho de Alimentação Escolar (CAE) ou incluído os gastos com a alimentação escolar no cidade.

Segundo o MP, o prefeito de Planalto da Serra, Denio Peixoto Ribeiro, havia encaminhado recentemente um projeto de lei à câmara municipal solicitando a abertura de crédito para aquisição dos alimentos, mas diante da resistência de alguns vereadores, a prefeitura distribuiu um comunicado aos pais dos alunos informando que a merenda não será mais servida até que a câmara de vereadores vote e aprove o pedido de crédito adicional.

    Leia tudo sobre: merenda escolarpipocaministério público

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG