Monte seu plano de estudos do 2º semestre para o vestibular

Quem começa a estudar em agosto tem pouco tempo e precisa de disciplina e organização do tempo

Marina Morena Costa, iG São Paulo |

Com pouco mais de quatro meses para os vestibulares de fim de ano, os estudantes que vão começar a se preparar no segundo semestre devem ter disciplina para aproveitar o (pouco) tempo ao máximo. Professores e coordenadores de cursinhos garantem que é possível se preparar nesse período e garantir uma vaga em uma universidade concorrida.

“Não é uma questão de quantidade de tempo, mas de qualidade do estudo. Quem começa a se preparar em agosto tem sim grandes chances de ingressar na universidade”, afirma Alessandra Venturi, coordenadora do Cursinho da Poli, de São Paulo.

Veja os principais pontos para você se preparar para os vestibulares tradicionais no segundo semestre e otimizar o seu tempo:

Conheça o seu vestibular

A primeira tarefa a fazer é conhecer o vestibular da instituição na qual você escolheu estudar. As provas variam bastante de perfil e a melhor forma de saber qual é a sua situação é fazer provas anteriores. “Com a simulação, o estudante sente como está o desempenho dele, quais disciplinas precisa estudar mais, quais são seus pontos fortes e fracos”, avalia Alessandra.

Organize seu plano de estudos

Guilherme Lara Campos/ Fotoarena
Quem começa a estudar no segundo semestre, precisa ter uma rotina rígida de estudos
Além do horário dedicado à escola, ao cursinho ou ao trabalho, o estudante deve se organizar e determinar quanto tempo está disposto a dispor para os estudos e quanto está disposto a abdicar. Paulo Lima, coordenador pedagógico do cursinho CPV, aconselha a separar pelo menos 30 horas semanais exclusivas para o estudo. Diariamente, são pouco mais de quatro horas que devem ser dividas entre as disciplinas. “É importante fazer de 10 a 20 minutos de intervalo entre cada uma”, indica Paulo.

A recomendação básica é estudar todas as disciplinas sem distinção, dedicando uma hora para cada uma. “As matérias não são totalmente isoladas, há interdisciplinariedade, mas primeiro o aluno precisa conhecer o conteúdo, para depois associar os assuntos”, avalia Alberto Francisco do Nascimento, coordenador de vestibular do cursinho Anglo.

Também é possível traçar estratégias específicas, de acordo com o perfil do candidato. Você pode focar em passar na primeira fase do vestibular, e só depois se dedicar às matérias específicas da carreira pretendida, cobradas na segunda fase.

Quem tem bom desempenho em todas as disciplinas, pode optar por priorizar as disciplinas específicas de sua área, para conseguir mais pontos na primeira fase e já se preparar para a segunda. Já os estudantes que têm dificuldade em uma ou mais disciplinas devem dedicar mais tempo de estudo a elas.

Disciplina

É importante seguir seu plano de estudos, estudar a quantidade de horas diárias estipuladas e fazer disso uma rotina. Pular um dia de estudo pode atrapalhar o cronograma, pois quem deixa um dia passar, pode deixar outros, alertam os educadores. “O estudante tem que pensar que a prioridade agora é o estudo e estudar de segunda à segunda. Ele não pode se dar ao luxo de não estudar em um domingo”, enfatiza Paulo.

Acumular os estudos para o dia seguinte ou estudar a mesma disciplina por mais de duas horas podem ter efeito prejudicial, pois o cansaço mental faz o rendimento diminuir. O professor Alberto lembra que é preciso separar um tempo para o lazer e não esquecer de acompanhar as notícias. “As redações abordam problemas contemporâneos e a mídia irá ajudar o estudante a embasar seus argumentos”, adverte.

Apesar dos poucos meses e de ter candidatos concorrentes estudando desde o começo do ano, o estudante não deve se desesperar. “Tudo depende do esforço individual de cada um. Tem que ter disciplina, dividir os horários priorizando os estudos e saber dosar lazer e outras atividades”, pondera Alessandra. 

    Leia tudo sobre: vestibularplano de estudos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG