BRASÍLIA - Ainda na primeira quinzena de junho os estudantes poderão conhecer o modelo da nova prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo o ministro da Educação, Fernando Haddad, na próxima reunião do comitê responsável por elaborar as mudanças no exame, o modelo será discutido e em seguida divulgado. A ideia é disponibilizar um modelo reduzido da prova na internet.

Precisamos fazer isso logo até porque as inscrições começam no dia 15 de junho, disse Haddad após entrevista nos estúdios da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). O ministro ressaltou que a matriz de habilidades e de conteúdos do novo Enem já está disponível para consulta no site do MEC.

Ele avaliou como "surpreendente" a adesão das universidades federais ao exame em substituição total ou parcial ao vestibular tradicional. Segundo balanço atualizado na última quinta-feira pelo MEC, pelo menos 35 das 55 instituições vão utilizar o Enem em seus processos seletivos.

O ministério apresentou quatro opções de adesão às instituições. Elas poderão utilizar o Enem como prova única; como primeira fase, ficando a segunda a cargo da instituição; combinando a nota do Enem à do vestibular tradicional ou para seleção de estudantes para vagas remanescentes.

As provas do novo Enem estão marcadas para 3 e 4 de outubro. O exame será composto de uma redação e de 200 questões de múltipla escolha de quatro disciplinas (linguagens e códigos, matemática, ciências da natureza e humanas).

Leia mais sobre: Enem

    Leia tudo sobre: enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.