BRASÍLIA - Alunos de escolas rurais de todo o País poderão ter aulas de informática em breve. É o que espera o Ministério da Educação (MEC) depois de ter realizado, na última terça-feira, um pregão eletrônico para adquirir 7 mil laboratórios de informática.

Acordo Ortográfico

No resultado preliminar do pregão, venceu a empresa Itautec, que ofereceu o menor valor: R$ 23,9 milhões.

Antes de ser proclamada vencedora do leilão, a empresa deverá passar por duas etapas no MEC: o teste de aderência, que vai avaliar as condições técnicas dos produtos, e a avaliação de habilitação, que deve verificar a documentação da empresa. Caso ganhe, a Itautec deverá, além de fornecer os laboratórios, dar suporte técnico por 36 meses e fazer a instalação dos equipamentos.

Cada laboratório é composto por um microcomputador com impressora e cinco terminais de acesso. O Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo) é resultado de parceria entre o governo federal, Estados e municípios. Pelo convênio deste ano, a cidade mais beneficiada será Brasília, que receberá 187 laboratórios. Santarém (PA) é a segunda, com 118 laboratórios.

Leia mais sobre: MEC

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.