divulgado nesta quinta-feira pelo jornal O Estado de S. Paulo. O MEC afirma que, na reunião realizada ontem pela secretária de Educação Superior, Maria Paula Dallari Bucci, com representantes das 51 instituições superiores participantes do SiSU, todas manifestaram interesse em continuar participando do processo seletivo." / descrédito do SiSU - Educação - iG" / divulgado nesta quinta-feira pelo jornal O Estado de S. Paulo. O MEC afirma que, na reunião realizada ontem pela secretária de Educação Superior, Maria Paula Dallari Bucci, com representantes das 51 instituições superiores participantes do SiSU, todas manifestaram interesse em continuar participando do processo seletivo." /

MEC questiona representatividade de documento que afirma descrédito do SiSU

O Ministério da Educação contestou a autoria e a representatividade de um documento atribuído ao Fórum das Comissões de Processos Seletivos de Minas Gerais, http://educacao.ig.com.br/us/2010/03/18/universidades+de+mg+dispensam+enem+apos+problemas+9431940.htmldivulgado nesta quinta-feira pelo jornal O Estado de S. Paulo. O MEC afirma que, na reunião realizada ontem pela secretária de Educação Superior, Maria Paula Dallari Bucci, com representantes das 51 instituições superiores participantes do SiSU, todas manifestaram interesse em continuar participando do processo seletivo.

Priscilla Borges, iG Brasília |



Com efeito, na reunião de ontem, com a presença de representantes das 51 universidades e institutos que participam do Enem/SiSU - inclusive da maioria das instituições citadas no documento - ficou bastante claro que todas elas reafirmam seu apoio e sua satisfação pelo processo de seleção empreendido pelo Ministério da Educação, afirma o ministério por meio de sua assessoria, que categorizou o documento como "apócrifo".

Segundo informações do jornal, a carta endereçada à Secretaria de Educação Superior do MEC enumera críticas que vão do Exame Nacional de Ensino Médio ao Sistema de Seleção Unificada (SiSU). A reportagem afirma que, por causa dos problemas citados, 15 instituições mineiras não participarão mais do processo de seleção única. Entre elas, citam a Universidade Federal de Minas Gerais e Universidade Federal de Alfenas, cujos reitores tomam posse nesta tarde em Brasília.

A assessoria informou ainda que instituições citadas no documento, como a UFMG e a Universidade Federal de Ouro Preto, que inclusive não participaram do processo este ano, basicamente porque seus processos de seleção já estavam em andamento, já manifestaram ao Ministério da Educação sua intenção de aderir este ano ao processo. 

Consultado pela reportagem do iG, o presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), Alan Barbiero, comentou que representantes de comissões de vestibulares não podem falar em nome das universidades. Esse pode ser um desejo das comissões, mas com certeza não é um documento institucional. Os conselhos universitários das instituições é que decidem a participação ou não da universidade em processos como esse, afirmou.

    Leia tudo sobre: enemsisuvestibular

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG