MEC permite que estudantes desistam de vaga no SiSU e cria lista de espera

O Ministério da Educação decidiu criar duas novas regras para o Sistema de Seleção Unificada (SiSU), que distribui vagas aos estudantes de acordo com as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Durante o período de matrículas dos selecionados na terceira (e última) etapa do sistema, os candidatos que não conseguiram uma vaga poderão entrar em uma lista de espera para possíveis vagas remanescentes.

Priscilla Borges, iG Brasília |

Também será possível desistir da candidatura, o que facilitará a distribuição das vagas remanescentes aos inscritos na lista de espera.

A ideia é não deixar vagas ociosas e facilitar o processo de novas chamadas. Depois da divulgação dos resultados, os candidatos saberão exatamente em que posição ficaram na disputa pelas vagas do curso pretendido.

Então, entre os dias 9 e 12 de março, poderão entrar no SiSU e se declarar interessados naquelas vagas, caso alguma não seja preenchida. O sistema é semelhante ao adotado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Se a vaga não for preenchida, o candidato que está na lista de espera ¿ e declarou interesse na vaga ¿ será convocado pela própria instituição para ocupá-la. A determinação está publicada na Portaria Normativa n° 6, publicada nesta quinta-feira no Diário Oficial da União .

Segundo a portaria, os formulários de inscrição do SiSU permitirão a partir de agora que os candidatos cancelem as inscrições que fizeram. Até então, não havia essa opção no formulário.

Inscrições

A segunda etapa de inscrições terminou no último sábado, e os aprovados tem até amanhã (sexta-feira, 26) para fazer a matrícula nas universidades. Mais de 29 mil foram aprovados.

A terceira fase de inscrições acontece entre os dias 1º e 3 de março.

    Leia tudo sobre: enemsisu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG