MEC notifica faculdades por irregularidades na adesão ao ProUni

Instituições não assinaram termo que garante oferta de vagas, afirma ministério

iG São Paulo |

O Ministério da Educação (MEC) abriu processos administrativos para investigar cinco faculdades que estariam desrespeitando os termos da adesão ao Programa Universidade Para Todos (ProUni) – que distribui bolsas integrais e parciais a estudantes carentes. A notificação da abertura dos processos administrativos foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira.

As faculdades Primavera, Octógono, José Lacerda Filho de Ciências Aplicadas, Ciências e Educação do Espírito Santo e Olinda deixaram de assinar no sistema do MEC o termo de adesão ao ProUni no momento da realização de algum processos seletivos.

De acordo com o ministério, o documento é exigido sempre que as instituições promovem o ingresso de estudantes, pois o termo de adesão garante a oferta de bolsas. Além disso, o MEC determina que as instituições participantes do ProUni ofertem as vagas para bolsistas com regularidade.

As faculdades têm 10 dias para apresentar a defesa ao MEC. Caso a justificativa não seja satisfatória, elas podem ser desclassificadas do programa.

    Leia tudo sobre: ProUnibolsas de estudo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG