Mas afinal, o que é anencefalia?

Novamente a discussão vem à tona. Anencefalia: Abortar ou não abortar? Provavelmente você já se deparou com este assunto em diversos noticiários atualmente. Mas, o que é anencefalia?

Paula Menezes |

Acordo Ortográfico

Ainda não se conhece ao certo o motivo e muito menos se existe tratamento para uma criança anencéfala. Sabe-se somente que é uma má-formação fetal que se desenvolve no começo da vida intrauterina , aproximadamente entre o 20º e o 28º dia após a concepção.

Conhecida popularmente como uma criança que nasce sem cérebro, a má-formação, na verdade, apresenta o cérebro com seus hemisférios, cerebelo e tronco cerebral formados, mas falta a calota craniana, o couro cabeludo e as meninges. Os locais não fechados pela calota craniana são protegidos por uma fina membrana e, normalmente, a criança nasce cega, surda e com pouco ou nenhum reflexo .

Nestas condições, a criança não apresenta muitas chances de vida. A maioria morre ainda no útero e, as que conseguem nascer, não vivem muito mais do que algumas horas ou dias e, muito raro, alguns meses.

Apesar do problema, a má-formação não apresenta nenhum risco à saúde da mãe. Ela pode, no máximo, ter um certo desconforto durante a gestação devido a um considerável aumento do líquido amniótico , mas que controlado pelo médico, alivia temporariamente o incômodo.

Como diagnosticar

De fácil visualização, o médico pode detectar a má-formação a partir da 10ª semana de gravidez, através de um exame de ultrassom. Contudo, testes posteriores, somado a exames de sangue ou amniocentese (punção do útero para retirada de amostra de líquido amniótico), devem ser feitos para detectar se há realmente o problema. Realizados entre a 15ª e a 20ª semana, a mais indicada é a 16ª. A possibilidade de erros no diagnóstico é pequena .

Outro ponto importante, é que as chances de ocorrer anencefalia novamente em uma mesma família são mínimas.

Existe prevenção

Apesar de não se conhecer os motivos para a ocorrência da má formação, acredita-se que fatores dietéticos e ambientais estejam relacionados.

De acordo com estudos, a ingestão de ácido fólico ¿ derivados da vitamina B ¿ reduzem as chances do problema . O ácido fólico pode ser encontrado em folhas como espinafre, vegetais de folhas verdes, levado de cerveja, cenoura e gema de ovo.

Mas cuidado! Sabe-se também que medicamentos como pílula anticoncepcional, ácido valpróico (anticonvulsivante), drogas antimetabólicas e outras reduzem a absorção do ácido fólico.

Legalização do Aborto

É certo abortar? O debate no momento se volta para o aborto em casos de má-formação fetal, além de considerar as condições psicológicas da mãe. Discussão que ocorre atualmente em audiências públicas, no Supremo Tribunal Federal (STF).

Atualmente, o aborto é aceito legalmente apenas para gravidez decorrente de estupro e de risco à vida da mãe.

A aceitação do aborto no Brasil é uma discussão a longo prazo. Segundo uma pesquisa realizada pelo Datafolha em abril deste ano, 68% dos brasileiros recriminam o ato .

Veja também:

Leia mais sobre: Anencefalia - aborto

    Leia tudo sobre: abortoanencefalia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG