Publicidade
Publicidade - Super banner
Educação
enhanced by Google
 

Maranhão lidera superação de meta do Ideb

O Maranhão foi o Estado que superou com maior folga a meta para o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em 2007. A nota média dos estudantes maranhenses de 1ª a 4ª série do Ensino Fundamental ficou em 3,7, para uma meta de 2,9 - diferença de 0,8 pontos.

Agência Estado |

Alagoas (com nota 3,3), Mato Grosso do Sul (4,3) e Mato Grosso (4,4) também cumpriram a meta para essa etapa de ensino, com folga de 0,7 pontos. A Bahia teve diferença positiva de 0,6 pontos entre a nota média (3,4) e a meta (2,8). O índice varia em uma escala de zero a dez.

Ao todo, 15 Estados e o Distrito Federal atingiram ou superaram as metas nos ensinos Fundamental e Médio. Onze Estados ficaram abaixo do esperado em pelo menos uma das etapas de ensino. Sergipe, Espírito Santo, Pará, Amazonas, Goiás, Alagoas, Rio de Janeiro, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte não cumpriram as metas para o Ensino Médio. O Pará ficou abaixo da meta ainda de 5ª a 8ª série do Fundamental.

"O resultado ruim no Ensino Médio é um alerta", disse o ministro da Educação, Fernando Haddad. "Sabíamos que ensino médio era um grande desafio. Embora o Brasil tenha cumprido a meta na média geral, temos de nos concentrar nessa etapa", disse, em entrevista coletiva em Brasília, transmitida ao vivo pela internet. Em nível nacional, a nota média para essa etapa de ensino foi de 3,5 pontos, o que supera a meta para o ano, de 3,4.

Destaques

As notas mais altas no Ideb, que variam de zero a dez, foram atingidas por estudantes das séries iniciais do Ensino Fundamental. Distrito Federal e Paraná tiveram a média mais alta do País, com 5 pontos e superação da meta de 2007. São Paulo e Santa Catarina também tiveram destaque, ambos com nota média de 4,9 e pontos acima da meta. Minas Gerais cumpriu o esperado para o ano, com 4,7 pontos. Em nota à imprensa, a secretária da Educação de São Paulo, Maria Helena Guimarães de Castro, comemorou o resultado. "Isso mostra que o Estado está no caminho certo", avaliou. "As metas estabelecidas foram superadas, mas queremos mais."

Leia tudo sobre: ideb

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG