BRASÍLIA - Mais de 4 milhões de estudantes de 1.414 municípios já estão fazendo, em 8.510 locais em todos os Estados, as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizadas pelo Ministério da Educação a cada dois anos, e que está na 11ª edição. Os estudantes poderão conferir o gabarito da prova e a correção online das questões ainda nesta noite aqui no iG.

São 63 questões objetivas e uma redação, em que o candidato tem a oportunidade de testar seus conhecimentos. O exame é um dos requisitos para concorrer a uma bolsa no Programa Universidade para Todos (ProUni).

Mais de 500 instituições utilizam o resultado do Enem como critério para seleção de ingresso no ensino superior. Com uma boa pontuação, a prova pode ajudar na obtenção de bolsas, no acesso a programas de assistência social e facilitar a obtenção de vagas em cursos de graduação.

Os candidatos poderão realizar a prova até às 18h. De acordo com o coordenador do Enem, professor Dorivan Ferreira, o desempenho dos candidatos tem melhorado nos últimos anos e o teste serve também  para aferir o aprendizado realizado nos 12 anos de escola do estudante, no ensino fundamental e no ensino médio. 

Dorivan Ferreira deu entrevista ao programa "Revista Brasil", da Rádio Nacional, explicando que os estudantes que não tiveram uma boa nota em provas anteriores do Enem podem se candidatar ao teste novamente. As questões são semelhantes às dos vestibulares. Uma  resposta errada não anula uma certa, como ocorre em alguns concursos públicos. Trata-se de "prova multidisciplinar contextualizada com as coisas que aconteceram no mundo nos últimos tempos", diz o professor.

Leia mais sobre: Enem

    Leia tudo sobre: enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.