Em vários vestibulares e no Sisu, alunos ainda esperam oportunidade para entrar no ensino superior, mas não perdem tempo e estudam

Estar fora da primeira lista de aprovados de um vestibular não significa fim de jogo. Milhares de estudantes em todo o País sabem bem disso e ficam na expectativa de fazer parte de “listas de espera”. Esses candidatos não conseguiram atingir notas suficientes para estar entre os primeiros convocados, mas se saíram bem nas provas e ainda aguardam a desistência de alguém para terem a chance de entrar no curso pretendido.

Muitas instituições como a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a Universidade de São Paulo (USP) e a Estadual de São Paulo (Unesp), além do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação, possuem essas listas. As universidades fazem várias convocações de candidatos aprovados e exigem que eles confirmem, mesmo antes de ter certeza se conseguirão a vaga, interesse em continuar disputado um lugar para estudar nesses locais.

A intenção é tentar evitar muitas desistências ao longo do período de convocações. Na Unesp, por exemplo, esse prazo já passou. Agora, só os que confirmaram que desejam continuar na disputa serão chamados. Só na segunda convocação, cujo prazo de matrícula vai até esta sexta-feira, 2.808 alunos foram selecionados. Ao todo, 6.484 vagas foram oferecidas. Na Unicamp, muitos alunos são chamados nas etapas seguintes (vai até a 10ª chamada). Na segunda deste ano, das 3.444 vagas oferecidas, 1.502 foram para a segunda lista.

No Sisu, o processo não é diferente. A primeira seleção feita pelo Ministério da Educação a partir das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em janeiro do ano passado, teve três fases. Ao final de todas, ainda sobraram 7 mil vagas (das 47.913 totais) para serem preenchidas com a lista de espera. Isso significa que há muitas esperanças.

Ana Carolina já garantiu vaga na USP, mas aguarda outra na lista de espera da Unesp
Arquivo Pessoal
Ana Carolina já garantiu vaga na USP, mas aguarda outra na lista de espera da Unesp
Ana Carolina Franco, 18 anos, sabe bem disso. A futura veterinária aguarda uma vaga na Unesp, instituição em que mais gostaria de estudar. “Chamaram 11 pessoas na segunda convocação e estou em 18º. Tenho esperanças”, afirma. A ansiedade de agora, conta, é bem diferente da que experimentou no ano passado. Em 2010, Ana Carolina estava na lista de espera da Unesp e não foi aprovada em nenhum vestibular. Agora, ela foi aprovada na USP, na Federal de Uberlândia e, na terceira chamada do Sisu, foi selecionada para a Federal de São Carlos (Ufscar).

“No ano passado, foi bem difícil começar a estudar tudo de novo. Agora estou mais segura, porque me sinto mais preparada e confiante. Mas ansiedade sempre tem, mesmo com algo garantido. O que eu quero mesmo é a Unesp, para ficar perto de casa”, diz a moradora de Ribeirão Preto, que quer estudar em Jaboticabal, no Estado de São Paulo.

Fábio Martins Silva, de 20 anos, aguarda uma boa notícia pelo Sisu. E não perde as esperanças. Já estudante de engenharia da computação na Universidade Federal do Amazonas (UFAM), ele quer uma vaga em engenharia mecânica. A segunda opção marcada por ela na seleção unificada foi engenharia de materiais. “Estou bastante ansioso, porque as vagas não têm sido preenchidas totalmente e as chances são grandes. Estou esperançoso”, conta.

Clara já retomou os estudos, mas ainda não perdeu as esperanças de ser convocada em novas chamadas no vestibular
Arquivo Pessoal
Clara já retomou os estudos, mas ainda não perdeu as esperanças de ser convocada em novas chamadas no vestibular
Recomeço

Enquanto a resposta não vem, Fábio continua trabalhando e esperando o início das aulas, na segunda-feira. “Se não der, vou permanecer estudando. Com esforço, sei que consigo”, diz. Clara Prado, 17 anos, moradora da cidade cearense de Ubajara, olha os sites da Federal do Ceará e do Sisu todos os dias à espera de boas notícias. Mas já se matriculou em um cursinho. Mesmo com boas expectativas, ela acha que não é hora de perder tempo. “Se não conseguir agora, já estarei mais preparada para o próximo”, diz a candidata a ciências econômicas.

Werlen Jansen Monteiro Basílio, 20, de São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte, preferiu aguardar os resultados dos próximos dias descansando. Apesar de sonhar com uma vaga em biomedicina, Werlen se candidatou aos cursos de gestão ambiental e de gestão desportiva e de lazer, ambos do Instituto Federal do Rio Grande do Norte, em Natal. Ainda não conseguiu vagas na primeira ou na segunda opção. “Estou calmo e descansando por enquanto. Mas já devo voltar aos estudos”, diz.

Cuidado com prazos

Os estudantes que ainda não conseguiram as vagas dos sonhos não podem perder as esperanças e os prazos para declarar que querem ficar na disputa. No Sisu , os candidatos têm até esta quinta-feira para fazer parte da lista de espera. O prazo para a declaração de interesse em permanecer na disputa nas próximas oito chamadas da Unicamp começa às 9h desta sexta-feira e vai até as 17h da próxima segunda-feira (21). Nos dois casos, tudo é feito pela internet.

Na USP, os interessados têm de preencher formulários entre 24 e 25 de fevereiro pessoalmente. O candidato deve consultar os locais e as regras no site da Fuvest.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.