Laboratório Nacional de Luz Síncrotron recebe propostas

O Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS), em Campinas (SP), receberá até o dia 9 de março propostas para utilização das várias linhas de luz disponíveis em seu laboratório.

Agência Fapesp |

As propostas de pesquisa que desejam concorrer a turnos de utilização das linhas de luz no modo single-bunch, em que é possível realizar experimentos com características temporais na ordem de nanossegundos, também devem ser submetidas na chamada.

As propostas submetidas, que podem ser apresentadas por grupos científicos do Brasil e do exterior, serão analisadas por comitês científicos em abril. As aprovadas serão agendadas para realização no período de 15 de junho a 23 de outubro.

Três aspectos devem ser considerados na análise das propostas: relevância científica ou tecnológica do tema proposto, competência dos autores da proposta e viabilidade técnica das experiências propostas com os equipamentos disponíveis no LNLS.

A luz síncrotron é uma radiação eletromagnética intensa produzida por elétrons de alta energia em um acelerador de partículas. Ela abrange uma ampla faixa do espectro eletromagnético: raios X, luz ultravioleta e infravermelha.

Controlando as fontes de luz, os cientistas podem produzir conhecimento sobre novas propriedades dos átomos e moléculas, com aplicação em áreas como nanotecnologia, biologia estrutural e desenvolvimento de novos materiais.

Com 20 anos de história, o LNLS, único laboratório do gênero no hemisfério Sul, já recebeu mais de 6 mil pesquisadores de todo o Brasil e do exterior. Instalado em Campinas, interior de São Paulo, o laboratório é gerenciado pela Associação Brasileira de Tecnologia de Luz Síncrotron (ABTLuS), organização social que recebe recursos do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT). Mais informações no site da  LNLS .

    Leia tudo sobre: bolsafapesplnls

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG