Institutos federais fecham metas para educação

Plano pretende atender as demandas da educação profissional até 2016 e foi assinado entre MEC e Conif

iG São Paulo |

Os institutos federais de educação, ciência e tecnologia têm 19 metas para cumprir até 2016. Um termo de compromisso foi assinado na quarta-feira (19) pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, e a presidente do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), Consuelo Sielski, representando os 38 reitores dos institutos.

“Pela primeira vez na história da rede, firmamos um compromisso de longo prazo. É um compromisso com o País, para atender as demandas reprimidas na área da educação profissional”, disse o ministro. Ele esclareceu que, a partir do cumprimento do plano de metas pelas instituições, o Ministério da Educação será capaz de oferecer contrapartidas, como a elaboração de programa de qualificação docente e de técnicos administrativos – um dos pedidos dos reitores.

Um dos principais objetivos do plano é aumentar a relação entre professor e aluno – chegar a 20 estudantes para cada docente. Hoje, a relação é de 14 por um. Outra meta é fazer com que 90% dos estudantes matriculados efetivamente frequentem a sala de aula. A evolução do cumprimento dos termos será aferida semestralmente, e dela depende o incremento no repasse de recursos federais.

Consuelo Sielski destacou a importância do plano para a rede de educação profissional. “Os institutos federais se consolidarão no contexto das políticas públicas, especialmente na articulação entre as áreas de educação, trabalho e renda”, afirmou.

O índice de desenvolvimento da educação básica (Ideb) dos institutos federais, no que se refere ao ensino médio, é de 5,7 pontos, numa escala de zero a dez. A média do Brasil nesta etapa de ensino é de 3,5. “O Ideb dos institutos, hoje, é a meta do país para 2022. A rede federal de educação profissional já está no primeiro mundo”, enfatizou Haddad.

* Com Portal do MEC

    Leia tudo sobre: educação profissionalmecreitores

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG