Inep apresenta proposta de concurso nacional para selecionar professores

BRASÍLIA - O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) apresentou aos secretários estaduais de educação a proposta de criação de um concurso nacional para selecionar professores para as redes públicas de ensino. A idéia é aplicar o teste uma vez ao ano.

Agência Brasil |

Os estados e municípios poderiam usar a nota de cada profissional como forma de seleção para ingresso na rede. Segundo a presidente do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Educação (Consed), Maria Auxiliadora Seabra, os secretários receberam a proposta com interesse.

Segundo Auxiliadora, o Consed procurou o instituto para que ele pudesse fornecer um banco de itens e questões padronizados para que cada secretaria pudesse organizar concursos próprios. O Inep é vinculado ao Ministério da Educação e é responsável pela elaboração das principais avaliações educacionais do país como o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

De acordo com a presidente do conselho, atualmente não há um padrão para a elaboração de provas de concursos de professores no país, o que pode comprometer a qualidade do profissional que é selecionado.

Nós pedimos a construção desse banco nacional de itens, mas nos foi apresentada a proposta de uma avaliação nacional. Cada estado vai poder usar o resultado dessa prova como quiser, seja integralmente ou como parte da seleção do concurso, explica Auxiliadora. Segundo ela, a idéia é que o concurso nacional seja aplicado ainda em 2009.

Para a professora, a proposta do Inep permitirá selecionar o perfil do professor desejado com avaliação de competências gerais e conteúdos básicos. Ela ressalta que a prova deverá servir para selecionar os professores e não para avaliar os profissionais que já fazem parte da rede.

Se os nossos alunos são avaliados nacionalmente, com a Prova Brasil e o Enem, por que não haver um concurso nacional para seleção [de professores] também?, questiona. 

Os estados ainda não fizeram adesão formal à proposta, mas segundo a professora a idéia foi vista com interesse pela maioria dos secretários.

A presidente acredita que um concurso nacional pode melhorar a forma de seleção dos professores e consequentemente a qualidade da educação. Também pode ajudar as instituições formadoras dos professores. A prova pode orientar um padrão de qualidade para a formação, defende.

Procurado, o Inep disse que não vai dar informações sobre o assunto.

Em um evento no Tribunal de Contas da União (TCU), o ministro da Educação, Fernando Haddad, também evitou comentar sobre a proposta.

    Leia tudo sobre: concursoinepprofessores

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG