Índia vai oferecer bolsas para estudantes brasileiros

Dilma assina parceria para o programa Ciência sem Fronteiras em viagem ao país na semana que vem

Agência Brasil |

Brasil e Índia devem assinar um acordo de cooperação para o programa Ciência sem Fronteiras, que financia bolsas para estudantes brasileiros em instituições estrangeiras de ensino superior. A parceria deverá ser formalizada na visita que a presidenta Dilma Rousseff fará à Índia, no dia 29, para participar da quarta reunião dos chefes de Estado do Brics, o bloco de países emergentes formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Mais negociações: EUA prometem 20 mil bolsas a pesquisadores brasileiros em 4 anos

“No caso da Índia, é a primeira vez que implementaremos o programa com um país em desenvolvimento - e um país do Brics. Já aprofundamos as discussões e já identificamos as instituições que deverão participar do programa, que estão nas cidades de Nova Delhi, Mumbai e Bangalore”, informou a subsecretária-geral de Política do Itamaraty, embaixadora Maria Edileuza Fontenele Reis.

Inscrições:
- Governo abre inscrições para bolsas de intercâmbio na graduação
- Capes recebe inscrições para 30 bolsas de doutorado na Inglaterra

Ainda não está definido o número de estudantes que devem participar do programa com a Índia, mas os bolsistas serão selecionados para estudar em centros de ensino voltados às áreas de ciência e tecnologia, engenharia genética, ciências e tecnologia aeroespacial.

Repercussão: Programa de bolsas ousa para estimular economia, diz revista inglesa

Os dois países também devem assinar acordos nas áreas de meio ambiente, cultura, relações consulares, promoção da igualdade de gênero e tecnologia e inovação. Além da reunião do bloco, Dilma visitará a presidenta da Índia, Pratibha Patil, e o primeiro-ministro, Manmohan Singh.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG