Haddad: ex-presidente do Inep foi vítima de delinquência

O ministro da Educação, Fernando Haddad, eximiu o ex-presidente do Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacionais (Inep), Reynaldo Fernandes, de qualquer responsabilidade pelos problemas envolvendo o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste ano, durante breve entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira, em Porto Alegre.

Agência Estado |

"Sou da opinião de que não devemos ter uma atitude de responsabilização da vítima", ressaltou, ao responder às perguntas sobre o pedido de demissão de Fernandes, ao vazamento e à suspensão da primeira prova e às críticas ao conteúdo e um gabarito errado do exame aplicado no início de dezembro.

"O Inep foi vítima de um ato de delinquência", afirmou o ministro, referindo-se ao furto do teste previsto para o início de outubro. Na sequência, lembrou que não se pergunta a uma vítima de violência qual foi sua responsabilidade no episódio. "Acho que nós devemos, neste momento, lamentar o furto das provas, nos solidarizar e agradecer ao professor Reynaldo Fernandes."

Ao longo da entrevista, Haddad lamentou os reveses sofridos por Fernandes e repetiu elogios ao ex-presidente do Inep. "Ele prestou uma excelente contribuição, criou os principais indicadores de qualidade da educação brasileira", avaliou o ministro. "Se ele entendeu que era o momento de uma mudança para que o instituto recuperasse sua trajetória, que ele próprio imprimiu, tenho que respeitar sua decisão".

Sucessor

Haddad disse que já fez um convite ao possível substituto de Fernandes, mas ressalvou que o nome só será divulgado depois da confirmação, possivelmente na segunda-feira.

O perfil, segundo o ministro, será de uma pessoa da universidade, com experiência na área de avaliação e na área de logística. E eventuais substituições serão definidas pelo futuro presidente. "Eu não vou me imiscuir em assuntos internados do instituto", prometeu Haddad. "Eu defino o presidente e dou carta branca para ele definir a equipe."

Haddad foi a Porto Alegre participar das comemorações do centenário da antiga Escola Técnica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), transformada recentemente em campus de Porto Alegre do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

    Leia tudo sobre: inep

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG