ver novamente

Guia de profissões

Saiba tudo sobre 100 cursos e carreiras

Todas as profissões

Engenharia Mecânica

Profissões relacionadas ao curso: Engenheiro mecânico, engenheiro de produção mecânica, engenheiro industrial mecânico.

1. Sobre o curso

Engenheiro mecânico


O engenheiro mecânico projeta, instala, mantém, otimiza e opera sistemas mecânicos, termodinâmicos, eletromecânicos, de estruturas e elementos de máquinas, desde sua concepção, análise e seleção de materiais, até sua fabricação, controle e manutenção. De forma generalista, atua no desenvolvimento de projetos de sistemas mecânicos e termodinâmicos.

Principais áreas de atuação  

 
- Projeto e fabricação de máquinas e equipamentos
- Projeto de linhas de produção mecânica
- Planejamento e coordenação de processos mecânicos
- Vendas técnicasTopo

2. Ensino

Número de faculdades 201 (Engenharia mecânica + Engenharia industrial mecânica)
Melhores cursos Faculdade de Tecnologia de Sorocaba (SP), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-Grandense (Sapucaia Do Sul – RS), Universidade Braz Cubas (Mogi Das Cruzes – SP) / (Tecnologia em Fabricação Mecânica)
Vagas disponíveis por ano 28.086
Duração do curso 5 anos
Candidatos 93.008
Candidatos/vaga 3,31
Formandos por ano 4.838
Topo

3. Estágio

Estágio obrigatório?    


Sim

Quem recruta estagiários 

   

- Indústrias de diversos setores.
- Órgãos governamentais.
- Empresas de comércio e serviços.


Melhor época do ano para procurar estágio  

 
Existem vagas disponíveis em qualquer época do ano.


Momento ideal para iniciar estágio  

 
Após o segundo ano do curso, pois o aluno já conhece algumas técnicas e aplicações da engenharia e pode tirar proveito de sua experiência como estagiário para complementar a sua formação acadêmica.

Atividades do estágio  

 
- Suporte aos profissionais que já atuam na área.
- Verificação de cálculos.
- Desenvolvimento de novos fornecedores de materiais e peças.
- Organização de arquivos.
- Acompanhamento dos projetos em execução.
- Apoio à área de compras técnicas.
- Acompanhamento dos técnicos no desenvolvimento de suas tarefas.Topo

4. Mercado

Profissionais no mercado  

 
93.096

Exigências para atuar na profissão    


- Ter diploma de graduação em Engenharia Mecânica.
- Estar registrado no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea).

Regulamentação

    
Lei nº 5.194, de 24 de dezembro de 1966.

Ganho inicial (média mensal)  

 
R$ 4 mil

Ganho escalão intermediário (média mensal) 

   
R$ 12 mil


Ganho no auge (média mensal)    


R$ 35 mil

Atividades do início de carreira 

   
Basicamente são as mesmas do estágio. Gradualmente, o profissional vai assumindo mais responsabilidades.

Evolução da profissão    


Com a experiência, o engenheiro mecânico poderá liderar equipes multidisciplinares na iniciativa privada, no setor público ou atuar como empreendedor, abrindo o próprio negócio.

Auge da carreira    


Entre 10 e 15 anos.

Dicas     


- Dedicação, ousadia, aperfeiçoamento constante na profissão, busca por conhecimento especifico na área onde atua e bom relacionamento humano são características esperadas do profissional.
- É imprescindível o domínio de duas ou mais línguas, sendo obrigatória a língua portuguesa impecável e o perfeito domínio
do idioma inglês.
- O profissional deve definir um segmento de interesse dentro da área e, a partir disso, aprimorar seus conhecimentos e as técnicas, e buscar experiência e especialização.

Uma história de sucesso

"Ainda na faculdade, tinha o sonho de trabalhar com automóveis. Mas como o ramo da engenharia mecânica possui um leque muito grande de áreas de atuação, acabei me especializando em refrigeração".

"Ingressei como estagiário na Danfoss no departamento técnico de diversas divisões dentro da área de refrigeração (comercial, industrial, supermercados, ar condicionado etc.). Fui efetivado como engenheiro júnior e, hoje, ocupo o cargo de engenheiro sênior, atuando na gestão e na controladoria dos quatro maiores clientes da empresa".

"O estágio é extremamente importante, pois dá a possibilidade de aplicar o que se aprende na faculdade. Trata-se de um período de aprendizado que possibilita adquirir o conhecimento necessário para iniciar bem a carreira".

"É fundamental estudar sempre, informar-se, dedicar-se para aprender mais e conseguir uma formação mais sólida. Setores carentes de profissionais necessitam de pessoas dispostas a se informar sobre a área, estudar literaturas técnicas e notícias específicas da área".

"Para ser especialista em uma área, além da base proporcionada pela faculdade, é importante aproveitar o aprendizado do estágio e fazer cursos no setor de atuação específico. Assim, com o passar do tempo, a formação vai se concretizando. Na faculdade, é preciso estudar e se dedicar ao máximo para obter as melhores notas. Na profissão não deve ser diferente, principalmente na fase inicial".

Eládio dos Anjos Pereira, coordenador de vendas para clientes globais da Danfoss do Brasil

Topo
Fontes: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep)/Ministério da Educação (MEC), dados de 2010; Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), dados de 2009;

Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia  (Confea).

Especialistas entrevistados para compor o perfil da profissão:

Alberto Akio Shiga, coordenador de estágios dos cursos de Engenharia da Usitu;

Sabino Rodrigues Costa, engenheiro mecânico e de segurança do trabalho da rede de restaurantes América (São Paulo).
Topo