Em assembleia nesta terça-feira, docentes decidiram manter paralisação por tempo indeterminado

Os professores do Distrito Federal em greve desde o dia 12 decidiram em assembleia nesta terça-feira manter a paralisação. Uma nova assembleia foi marcada para o dia 27.

Segundo nota divulgada no site do Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF), os profesores não receberam nenhuma proposta concreta do governo.

Leia também: Greve e reforma em escolas atrasam ano letivo em São Luís

Apesar de receberem o maior piso salarial do País (R$ 2,3 mil para quem tem diploma de licenciatura), os docentes exigem equiparação média salarial com outras carreiras de ensino superior do próprio governo do Distroto Federal. O sindicato não considera suficiente o aumento de 13,83% concedido pelo governo local em 2011, que acompanhou o aumento dos repasse do Fundo Constitucional do Distrito Federal.

De acordo com a Secretaria de Educação do DF, apesar da negociação com os professores, não há espaço para novos aumentos por que o DF já atingiu o limite de comprometimento do orçamento com a folha salarial estabelecido na Lei Responsabilidade Fiscal (LRF).

Professores em greve realizam assembleia em Brasília
Divulgação
Professores em greve realizam assembleia em Brasília


  *Com Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.