Governo do Equador fecha 14 universidades por baixa qualidade

Instituições tiveram suas licenças canceladas por não atingirem os objetivos estipulados pela legislação do país

Agência Ansa |

As autoridades da Secretaria Nacional de Educação Superior do Equador fecharam 14 universidades do país, seis delas em Quito, por não terem melhorado a qualidade de seu ensino acadêmico.

Entenda: Equador fecha o cerco a universidades particulares

Inicialmente, 26 instituições ficaram com uma nota "E" por não terem passado em exames por descumprimento de requisitos previstos pela Lei Orgânica de Ensino Superior. Em uma segunda avaliação, realizada 18 meses mais tarde, foram canceladas as licenças das 14 universidades que não atingiram os objetivos estipulados pela legislação.

Na Universidad Autónoma de Quito, onde estudam cerca de 8.500 pessoas, as autoridades colocaram um cartaz avisando que as aulas haviam sido suspensas "por falta de qualidade acadêmica".

O titular da pasta de Educação do Equador, René Ramírez, explicou que os alunos que se encontrarem no último ano poderão terminar seus respectivos cursos na instituição em que estão, mas os demais terão de trocar de centro de ensino por meio de um "plano de contingência".

    Leia tudo sobre: Equadoruniversidades

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG