Governo compra 135 milhões de livros para escolas públicas

Instituições começam a receber exemplares em outubro. Mais de 200 municípios não aderiram ao convênio com o MEC

Agência Brasil |

Os livros didáticos que serão distribuídos para as escolas públicas em 2011 custarão R$ 880,2 milhões. A compra de 135,6 milhões de exemplares foi feita pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia do Ministério da Educação (MEC) que é responsável pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). As obras começam a ser entregues às escolas em outubro, pelos Correios.

Vinte e uma editoras tiveram livros escolhidos pelas escolas participantes do PNLD. Foram adquiridos 1.846 títulos diferentes a um preço médio de R$ 6,49 por exemplar. A partir deste ano, a distribuição foi condicionada à adesão ao programa. Mais de 200 municípios não firmaram o convênio e ficarão sem o livro didático que é distribuído gratuitamente.

Segundo o FNDE, a maior parte dos livros serão destinados a alunos dos anos finais do ensino fundamental, que receberão livros novos de português, matemática, história, geografia, ciências e língua estrangeira. Cada livro deve ser utilizado por três anos consecutivos, quando é substituído pelo fundo. Os alunos dos primeiros anos do ensino fundamental receberão títulos de reposição. Do total de obras, 118,4 milhões serão para estudantes do ensino fundamental e 17 milhões para o ensino médio.

    Leia tudo sobre: livros didáticosMEC

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG