Formatura sem dor de cabeça

Depois de anos de estudo, você finalmente vai se formar e a festa de formatura é a coroação deste momento único. Por isso, todo cuidado é pouco na hora de escolher a empresa que se encarregará dessa grande festa.

Redação iG Educação |

Passou-se as épocas das provas, noites em claro estudando, fins de semana perdidos. Mas valeu a pena: agora você é um formando. Muitas faculdades resolvem investir em uma festa memorável com bandas ao vivo, djs, convites caros, serviço de bufê completo etc., tudo muito parecido com uma cerimônia de casamento. Outras optam por algo mais contido. No fim, não interessa o tamanho (e o orçamento da festa), o que vale é comemorar.

Para isso, existem no mercado muitas empresas encarregadas de cuidar da cerimônia, mas é preciso ter muita confiança na empresa escolhida para que nada dê errado no dia.

Comissão de frente

A comissão de formatura, formada por alunos do próprio curso, é essencial na hora de organizar o evento, uma vez que a empresa contratada prestará um serviço de assessoria. Primeiramente, deve-se ter em mente o tipo de festa que se quer fazer. Banda ao vivo, tipo de repertório, locação do espaço...

Tudo tem de caber dentro do orçamento previsto pela comissão de formatura que representará todos os formandos. A comissão deve ser uma associação sem fins lucrativos e ter registro no Cartório Civil de Pessoas Jurídicas.

Fique atento

Comissão feita, agora é hora de procurar a empresa responsável. Com aproximadamente 2.100 faculdades e universidades em todo o país, fica claro que o ramo de empresas prestadoras de serviço de festas de formatura é um negócio lucrativo. Daí o grande número delas. Por isso, fique atento! Não pesquise somente pela internet.

Converse com outras pessoas que já se formaram, entre no site do PROCON para ver se a empresa pretendida não possui reclamações e alguns encarregados da comissão de formandos poderá visitar uma festa organizada pela empresa, para ver como as coisas funcionam.
Apertando as mãos

Discuta todos os tópicos antes de assinar o contrato. Formas de pagamento, aluguel de roupas, espaço a se realizar o evento e por aí vai.

Em uma eventualidade, você terá de ter a garantia de uma manutenção do serviço com a mesma qualidade que seria concluido por determinada prestadora. E se o local da festa de repente não estiver mais disponível no dia do evento?

Um outro nas mesmas condições deverá ser providenciado pela empresa contratante. E se a banda preterida cancelar o show? Uma nova deverá ser contratada, sem custos adicionais, a menos que isso seja discutido entre a comissão de formandos e a empresa contratada.

Tirar fotos nem sempre é permitido durante o evento (função que fica a cargo dos fotógrafos e equipe de filmagem contratados), portanto veja se existe alguma cláusula no contrato sobre isso. No fim, é tudo uma questão de conversa entre ambas as partes para evitar que tropeços no caminho estraguem a festa.

Cancelamento

Mais uma vez, faz-se valer o contrato. Cada empresa tem uma flexibilidade de preços e formas de pagamento, por isso preste atenção nesse detalhe. Muitos boletos começam a ser pagos com anos de antecedência.

Analise o contrato no caso de desistência e, em dúvida, antes de assiná-lo, procure uma orientação clara do PROCON. Algumas empresas podem possuir uma cláusula que estipula a perda total dos valores desembolsados, inclusive para os alunos reprovados, mas essa norma é considerada abusiva e, mesmo no caso do contrato já ter sido assinado, cabe recorrer.

Leia mais sobre : formatura , direitos do consumidor

    Leia tudo sobre: formandosformaturauniversitários

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG