Financiamentos possibilitam classe C estudar no exterior

Estudar no exterior até pouco tempo era restrito a pessoas das classes A e B. O bom desempenho da economia no País e planos de financiamento estão possibilitando agora que estudantes da classe C façam intercâmbio. Especialistas consultados pelo iG mostram que com planejamento é possível concretizar esse projeto.

Carolina Rocha, iG São Paulo |

Muita gente pensa isso não é para mim e acaba não indo atrás, não se informa sobre as possibilidades, diz Maura Leão, presidente da associação de agências de intercâmbio Brazilian Educational and Language Travel Association (Belta).

Parcelamento, passagens aéreas mais baratas e a valorização do real em relação ao dólar são algumas das vantagens do momento. Maura recomenda que o estudante procure uma agência para se informar sobre as possibilidades que existem no mercado. São várias opções de cursos em colégios públicos, privados, cursos top, de curta duração, de um ano inteiro. Tudo vai depender das condições financeiras e do interesse do estudante, explica.

Algumas operadoras fazem o parcelamento sem juros em 10 vezes. Existem ainda planos de até 24 vezes oferecidos por financeiras, com taxas de juros, em média, de 2% a 3% ao mês. As pessoas preferem pagar em menos vezes, em média acabam fazendo em 10, o máximo em 18, mas existe a opção de pagamento em 24 vezes, explica Paulo Manzieri, gerente financeiro da agência de intercâmbios CI.

Os preços variam de acordo com o país escolhido, tempo de permanência ou tipo de curso. Uma dica é não se apegar à taxa do câmbio para tomar sua decisão, pois ela varia todos os dias. O estudante pode fechar o pacote com uma taxa de câmbio em um dia e ela ir caindo nos meses seguintes, diz a presidente da Belta.

Sonho realizado

Daniela Correia Batista demorou 9 anos para conseguir fazer seu tão almejado curso de línguas no exterior. Desde os 18 anos, sonhava fazer intercâmbio, mas nunca dava para pagar, conta a estudante de contabilidade, de 27 anos, que finalmente passou dois meses no Canadá aprendendo inglês no início de 2010.

O dólar acessível, as passagens aéreas internacionais mais baratas e até mesmo o aumento de seu potencial de compra permitiram que Daniela tomasse a decisão. Quando eu era mais nova eu não tinha nem mesmo um cartão de crédito com limite que me permitisse comprar a passagem aérea. Hoje em dia eu tenho, diz.

Há cinco anos, o plano de ir para outro país quase foi concretizado. Estava com quase tudo pronto para fazer um programa de au pair, em que você paga pouco e ainda ganha para trabalhar na casa onde é hospedado, mas acabei não fazendo, pois surgiu uma oportunidade de trabalho boa aqui no Brasil, explica Daniela.

O curso saiu do papel quando ela procurou ajuda de uma empresa de intercâmbios para analisar sua situação. Eu tinha a opção de fazer em até 24 vezes, mas optei por parcelar em 10, pois queria terminar logo de pagar.

O pacote, que incluiu o curso e a hospedagem, custou por volta de R$ 6,800,00 - sem contar o valor da passagem aérea. O investimento deve gerar lucros em breve para Daniela. Na empresa em que trabalho, quanto mais cursos e fluência em línguas nós temos mais pontos contam para ganhar uma promoção. Com esse curso que fiz poderei me candidatar na próxima oportunidade, diz Daniela, que também é formada em Ciências da Computação, além de estar cursando a faculdade de contabilidade.

Orientações

Várias feiras de intercâmbio estão percorrendo as capitais brasileiras no mês de março. Nelas os estudantes poderão obter informações sobre destinos, preços, parcelamentos, entre outras orientações. Veja onde elas estão acontecendo e programe-se:

Expo Estude no Exterior

São Paulo, 13 e 14 de março, das 14h às 19h ¿ Hotel Intercontinental (Alameda Santos, 1.123, Jardim Paulista)

Brasília, 16 de março, das 16h às 21h ¿ Hotel Mercure Brasília Eixo Monumental (SHN, Quadra 5, Bloco G, 0 - Asa Norte)

Belo Horizonte, 18 de março ¿ Hotel Mercure Lourdes (Avenida do Contorno, 7.315, bairro Lourdes)

Porto Alegre, 21 de março ¿ Hotel Sheraton Porto Alegre (Rua Olavo Barreto Viana, 18, bairro Moinhos de Vento)

Salão do Estudante

Rio de Janeiro - 12 de Março - Hotel Sofitel (Av. Atlântica, 4240 - Copacabana)

Curitiba - 14 de Março - Estação Embratel Convention Center (Av. 7 de Setembro, 2775 - Rebouças)

Porto Alegre - 16 de Março - Centro de Eventos da PUC (Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 41)

Florianópolis - 18 de Março ¿ CentroSul (Av.Gustavo Richard, s/n - Baía Sul ¿ Centro)

Expo Belta

São Paulo ¿ 20 e 21 de março - Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo (Rua Frei Caneca, 589)

    Leia tudo sobre: intercâmbio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG