Férias também podem incluir estudos

O período de descanso para a maioria dos estudantes pode ser também usado para fazer um curso e diversificar a formação

Cinthia Rodrigues, iG São Paulo |

As opções para quem quer – ou precisa – usar as folgas de fim de ano para aprender vão além dos tradicionais intensivos de idiomas. Muitas instituições de ensino superior elaboram cursos de férias para ocupar parte da estrutura ociosa neste período. Há atividades para universitários, formados e até alternativas que podem servir de degustação para quem ainda não decidiu que carreira seguir.

As próprias universidades sabem que as aulas no verão podem servir como vitrine e capricham nos conteúdos. Para os estudantes, também é uma forma de passar alguns dias no local e conhecer melhor a faculdade.

O diretor da empresa de orientação vocacional Núcleo de Atendimento e Consultoria em Educação (Nace), Silvio Bock, diz que antes de se matricular os estudantes devem ter cautela. “Férias é tempo de recarregar baterias. Se realmente a pessoa precisa se atualizar ou está angustiada para fazer algo relacionado aos futuros estudos, deve analisar bem o que será útil em breve”, diz.

Para ele, os cursos específicos não são boas opções para quem ainda não tem graduação com exceção de áreas em que podem facilitar o acesso antecipado ao mercado de trabalho como edição, locução ou moda. Já para quem cursa uma universidade ou é formado, um curso de férias pode ser a maneira mais rápida de se atualizar ou ganhar um diferencial no currículo.

Carreiras pop
As instituições costumam montar cursos rápidos principalmente nas áreas que têm maior procura durante o ano. O Senac São Paulo , por exemplo, que promove de 22 de novembro a 26 de fevereiro exposições, mesas-redondas e palestras, foca nas carreiras de designers, comunicadores e animadores.

A ESPM também tem cursos com poucos dias de duração voltados para Publicidade como Desenvolvimento Sustentável, Marketing e Responsabilidade Social e Marcas de Luxo em Produtos de Consumo.

Em Minas Gerais, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) abriu cursos que servem para diferentes carreiras como Atualização em Elaboração de Projetos Sociais e Atualização em Indicadores Sociais. Os cursos são pagos, mas 10% das vagas são destinadas a bolsas que serão distribuídas segundo critério social de cada coordenação.

Áreas específicas
Outras das carreiras mais concorridas, Engenharia e Medicina, também possuem cursos e workshops específicos nesta época do ano. Nestes caso, sempre é necessário ser estudante ou profissional das áreas.

Na Politécnica da Universidade Federal do Rio de Janeiro , por exemplo, entre os cursos disponíveis para estudantes de engenharia ou profissionais graduados há o de Exploração e Produção de Petróleo no Mar, que acontecerá no próximo sábado.

    Leia tudo sobre: cursosfériasestudar nas férias

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG