A Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) lançou na última quinta-feira quatro editais, totalizando R$ 25,5 milhões.

A maior parte dos recursos ¿ R$ 20 milhões a serem pagos em duas parcelas ¿ será destinada à chamada Apoio a Grupos Emergentes de Pesquisa no Estado do Rio de Janeiro.

Dois outros editais, cada um com orçamento de R$ 2 milhões, referem-se às chamadas de apoio à melhoria do ensino de ciências e matemática em escolas públicas sediadas no estado do Rio de Janeiro e ao apoio a programas de pós-graduação stricto sensu em universidades estaduais do Rio de Janeiro.

O último edital, com orçamento de R$ 1,5 milhão, é voltado para o apoio à infra-estrutura de biotérios em instituições de ensino e pesquisa sediadas em território fluminense.

Os editais para apoio aos grupos emergentes de pesquisa e aos programas de pós-graduação são inéditos. São considerados grupos emergentes de pesquisa científica, tecnológica e de inovação aqueles formados por pesquisadores com até dez anos de doutoramento.

Leia mais sobre: Faperj - pesquisa - Rio de Janeiro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.