As Faculdades Associadas de São Paulo (Fasp), instituição tradicional e pioneira em graduação na área de tecnologia, com mais de 30 anos, vai fechar as portas nesta semana. Os atuais 420 alunos e os 78 professores serão avisados hoje da falta de recursos da faculdade para se manter.

O número de estudantes caiu 60% nos últimos três anos.

O fechamento da Fasp é mais um capítulo na atual crise do ensino superior brasileiro, que teve uma expansão de mais de 130% no número de instituições desde 1998. Hoje, há mais vagas do que candidatos dispostos a concorrer em processos seletivos. No ano passado, as Faculdades Tancredo Neves também encerraram as atividades, com cerca de 100 alunos. Outras instituições foram compradas por universidades maiores ou se fundiram.

Doente e hospitalizado, o representante da mantenedora da faculdade, Nivaldo Rubens Trama, disse que vai ajudar os alunos a se transferirem para outras instituições para que concluam seus cursos. A Fasp tem quatro cursos de graduação: Administração de Empresas com ênfase em Análise de Sistemas, Tecnologia em Informática, Ciências da Computação e Engenharia da Computação. Há ainda cursos de pós-graduação e MBAs. As mensalidades variam de R$ 600 a R$ 900. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.