Ex-reitor da Ulbra é indiciado pela PF no RS

Ele é suspeito de cometer crimes de estelionato, fraude à execução, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro

iG São Paulo |

O ex-reitor da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) no Rio Grande do Sul Ruben Becker foi ouvido e indiciado ontem pela Polícia Federal (PF) por causa de suspeita de crimes de estelionato, fraude à execução, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Segundo a corporação, o ex-reitor foi o 11º indiciado no inquérito da Operação Kollektor, que investiga o desvio de recursos da Ulbra, deflagrada em 9 de dezembro do ano passado.

Durante a operação, 127 policiais federais e 23 servidores da Receita Federal cumpriram 23 mandados de busca e apreensão nas cidades gaúchas de Porto Alegre, Canoas, Ivoti e Gramado e nos balneários de Tramandaí e Imbé.

    Leia tudo sobre: ulbracrime

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG