Experiência piloto une países na educação profissional

Escolas na fronteira do Brasil e do Uruguai vão iniciar projeto para dar mais oportunidades de formação para jovens

iG Brasília |

Uma experiência piloto vai unir uma escola brasileira e outra uruguaia em prol da expansão da educação profissional. A primeira será na fronteira de Santana do Livramento (RS) e Rivera. Outros nove estados vão criar unidades binacionais para atender, com cursos técnicos presenciais e a distância, brasileiros e estrangeiros.

“Conhecimento não tem fronteira. Com este projeto estamos dando mais um passo para consolidar a integração latino-americana”, afirmou o secretário de educação profissional do Ministério da Educação, Eliezer Pacheco. As parcerias serão criadas a partir dos institutos federais de ensino.

As aulas em Santana do Livramento e Rivera vão começar no segundo semestre deste ano. No lado brasileiro, serão duas turmas de 40 alunos do curso técnico em informática para internet. Do lado uruguaio, será oferecido curso técnico em controle ambiental, sob a coordenação da Universidade do Trabalho do Uruguai (UTU) e terá 30 estudantes.

“Os cursos estão sintonizados com os arranjos produtivos locais e regionais, o que alavancará o desenvolvimento destas regiões”, destacou o reitor do instituto federal sul-rio-grandense, Antonio Carlos Brod, que coordena o processo em Santana do Livramento.

*Com informações do Ministério da Educação.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG