Exame da OAB é suspenso por suspeita de fraude

SÃO PAULO - A segunda fase do primeiro exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), aplicado no último domingo, foi suspenso nesta terça-feira por suspeita de irregularidades. De acordo com comunicado da Ordem, um candidato que fazia a prova em Osasco, na Grande São Paulo, foi flagrado com um papel que continha cinco respostas de questões de Direito Penal, antes mesmo da distribuição das provas.

iG São Paulo |

O Exame da Ordem, feito por 18.720 candidatos em 155 cidades de todo o Brasil, é aplicado pelo Centro de Seleção e Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB). Segundo a agência de notícias da UnB, o papel encontrado com o aluno tinha parte das respostas datilografada e outra parte escrita a mão. O texto continha, inclusive, o nome de um personagem citado no exemplo de uma pergunta.

O presidente da OAB, Ophir Cavalcante, entregou na tarde desta terça-feira um pedido à Polícia Federal de apuração dos fatos. Cavalcante determinou também que a Cesp/UnB instaure sindicância para apuração interna da irregularidade.

Ficou determinada a suspensão  da correção e divulgação dos resultados da segunda fase do Exame até  o próximo domingo, 07, até que o Colégio de Presidentes de Seccionais da OAB determine quais medidas serão adotadas em relação à prova.

    Leia tudo sobre: oab

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG