Para se beneficiar, o aluno precisa ser aprovado em programas de mestrado ou doutorado em um ano

O bom desempenho de universitários no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) será mais uma vez premiado. Portaria assinada pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, e publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União, define que serão distribuídas bolsas de estudo em cursos de pós-graduação aos alunos que obtiveram notas máximas nas avaliações de 2007 e 2008.

Desde 2000, o ministério já concedeu diversas bolsas de estudo aos estudantes com as notas mais altas do Enade. Para participar, os estudantes precisam ser aprovados em programas de mestrado ou doutorado que tenham nota igual ou superior a 3 na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação (Capes). Eles têm um ano para ingressar nos programas.

A Capes, entidade responsável por avaliar a pós-graduação no País, também coordenará a distribuição das bolsas de estudo aos universitários. Os nomes dos beneficiados serão enviados à Capes pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O interessado terá de apresentar à universidade, durante inscrição no mestrado, cópia do boletim de desempenho no Enade.

Quem estiver na lista de contemplados e já fizer parte de algum programa de pós também poderá solicitar a bolsa na Capes. A instituição de ensino onde o aluno está matriculado deve enviar a solicitação e a cópia do boletim de desempenho. As bolsas terão duração máxima de dois anos para o mestrado e quatro anos para o doutorado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.