Especial Estudante: Segundo ano de cursinho, Sara não desiste da medicina

Seguindo para o terceiro vestibular, Sara Regina da Silva Duarte, 19 anos, se diz apaixonada por medicina e não desiste do vestibular mesmo com todas as dificuldades. ¿Escolhi medicina já no ensino médio porque eu sempre quis lidar com pessoas e por gostar da área da saúde¿.

Paula Menezes |

Semana do estudante


A estudante irá prestar seu terceiro vestibular este ano (Imagem/Arquivo pessoal)

Sara conta que em determinado momento chegou a desanimar, mas não desistiu. Acho que no ano passado, quando eu não vi o meu nome na lista depois da segunda fase, eu desanimei um pouco. Você pensa, E agora, o que eu vou fazer? . Tive uma oportunidade de dizer não quero isso pra mim. Mas eu não quis desistir. Eu não quero desistir. Fiquei chateada por ser mais um ano de cursinho, e não é um ano fácil. Mas é o que eu quero, então tenho que seguir em frente.

A estudante comenta também que recebe muito apoio dos pais e que a única pressão que ela sente com relação ao vestibular é a que ela coloca em si mesma. Estudante do cursinho Objetivo, Sara diz que mudou sua rotina para se preparar para o vestibular. Para conseguir algumas coisas, é necessário abdicar de outras. Comecei a abrir mão já antes do cursinho. Por exemplo, eu moro com meu irmão. Certas semanas eu o vejo só no domingo. Eu passo o dia no cursinho e tenho uma rotina mais de estudos, costumo sair pouco. Mas não vejo isso como um problema. Eu simplesmente escolhi algo que é muito difícil e pra isso tenho que abrir mão de certas coisas.

Sara explica que sua preferência é por universidades públicas e que chegou a fazer vestibular em outros Estados no ano passado. Eu quero universidade pública e, dentre elas, eu preferiria passar na Unicamp. Visitei a universidade e foi a que mais gostei, diz Sara.

No ano passado eu prestei vestibular também em Minas Gerais e no Paraná, Mas neste ano vou me restringir somente ao Estado de São Paulo. Completa que tomou a decisão deste ano devido aos vestibulares de outros Estados possuírem um conteúdo diferente, o que a fez perder um bom tempo se dedicando a isso, mas que não valeu a pena. Mesmo assim, sua lista em São Paulo é grande. Conta que vai prestar vestibular na Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Universidade Estadual Paulista (Unesp) e outras.

No segundo ano de cursinho, mudou apenas o foco dos estudos. Passei a estudar os pontos que eu mais errei no ano passado. Aquele conteúdo que eu falhei bastante, explica a vestibulanda.

Sinto um pouco mais de experiência, indo para o terceiro vestibular. Acho que dá um jogo de cintura na hora da prova, mas ainda bate uma insegurança porque sua vida depende daquele momento. A insegurança é menor do que no ano passado, mas ainda dá aquele frio na barriga, comenta. Completa que é apaixonada por idosos, por isso pretende se especializar em geriatria ou cardiologia.

Leia mais sobre: Dia do Estudante - vestibular - medicina

    Leia tudo sobre: dia do estudantemedicinavestibular

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG