Escola pública terá seleção exclusiva em Olimpíada

Olimpíada Brasileira de Física será experiência piloto; inscrições vão até 20 de maio

Priscilla Borges, iG Brasília |

Marcos Brandão/OBrittoNews
Marcelo Caio exibe medalhas conquistadas em Olimpíadas (leia reportagem abaixo)
Para promover o estudo de física entre os estudantes de escolas públicas, os organizadores da tradicional Olimpíada Brasileira de Física (OBF) decidiram criar uma etapa diferenciada na competição, assim como já ocorre nas olimpíadas de matemática. A proposta pretende estimular a participação dos alunos da rede pública.

Por enquanto, poderão participar dessa etapa específica os estudantes do 9° ano do ensino fundamental até o ensino médio que participaram da 2ª fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) dos estados da Bahia, Goiás, Piauí e São Paulo. O projeto piloto terá como tema a Copa do Mundo de Futebol.

Os interessados em se inscrever no evento, cuja disputa é o conhecimento, devem pedir para que as escolas se cadastrem na Obfep 2010, pelo site www.obfep.org.br. A escola precisa designar um professor ou representante, que será responsável pela aplicação das provas entre os alunos. Os colégios têm de inscrever os alunos até 20 de maio.

Só haverá uma fase de avaliação. Os testes serão aplicados no dia 16 de junho. Em outubro, a organização da Obfep fará um concurso entre os estudantes para escolher a logomarca do evento em 2011. Na edição do ano que vem, a expectativa é a de que as escolas públicas de todos os estados participem do evento.

Euclydes Marega Junior, professor de física do Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo (USP) e coordenor das olimpíadas, acredita que a competição aproxima a universidade da escola e estimula os jovens a estudar a disciplina. Para ele, a Obfep motivará professores e alunos da rede pública.

“A nossa ideia é massificar o evento. Muitas vezes, o aluno gosta da disciplina e até gostaria de participar de uma competição assim, mas não tem oportunidade. Queremos promover essa experiência”, afirma.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG