Equinócio de Setembro: Começa a primavera no hemisfério Sul

Exatamente às 18h18 desta terça-feira um interessante evento astronômico volta a ocorrer pela segunda vez no ano. Trata-se do equinócio de setembro, um dos dois momentos anuais em que o Sol cruza o plano do equador celeste, a linha imaginária do equador projetada na abóbada do céu. O momento tem significado especial, pois marca o início da primavera no hemisfério sul e início do outono no hemisfério norte.

Apolo11 |


Equinócio é uma palavra que tem origem no Latim e significa "noite igual", já que nos dias em que ocorrem, as noites e os dias têm a mesma duração. Além de setembro, o equinócio acontece também em 20 de março, quando inicia o outono no hemisfério Sul e a primavera no hemisfério Norte.

Estações

Durante sua translação ao redor do Sol a Terra passa por quatro momentos bem definidos e que marcam o início das estações do ano. Os solstícios marcam o início do verão e do inverno enquanto os equinócios marcam a primavera e o outono.

A Terra não gira sobre seu eixo no mesmo plano da translação e sim com uma inclinação acentuada de 23.5 graus. Essa inclinação é diretamente responsável pelas diferentes estações do ano, pois faz com que os raios de Sol atinjam o planeta de forma diferente em cada uma das estações, alterando significativamente o clima.

Cruzamento Equatorial

Aqui da Terra, diariamente o Sol aparenta se deslocar do leste para o oeste, sobre uma linha imaginária denominada eclíptica, vista no gráfico do topo da página como uma linha vermelha.

Se imaginarmos a linha do equador da Terra (linha azul) projetada na abóbada celeste, veremos que durante o solstício de inverno o Sol se posiciona exatamente 23.5 graus ao Sul dessa linha, enquanto no solstício de verão o astro aparentaria estar 23.5 graus ao Norte. Nos equinócios, entretanto, o Sol é visto exatamente sobre ela, como mostra a figura.

A linha amarela mostra a posição do Sol alguns meses antes e depois de setembro. Observe que antes do equinócio de setembro o Sol não ultrapassa a linha do equador celeste (linha azul). Esse cruzamento só ocorre durante os equinócios de março e setembro. Repare também que à medida que os meses passam, o Sol se põe mais tarde abaixo do horizonte (linha verde). Enquanto às 18h18 de julho o Sol já está bem abaixo do horizonte, neste mesmo horário em novembro ele ainda está acima do horizonte.

Artes: No topo, carta celeste sem a influência da atmosfera mostra a posição do Sol no dia 22 de setembro de 2009 às 18h18, exatamente no momento que o astro cruza a linha imaginária do equador celeste. A linha vermelha é a eclíptica, o caminho do aparente deslocamento do Sol sobre o firmamento. Na sequência, gráfico exemplifica a posição da Terra durante as estações do ano. Repare a inclinação do eixo terrestre, responsável pelas estações do ano. Crédito: Apolo11.


Leia mais sobre: Equinócio

    Leia tudo sobre: astronomiaequinócio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG