Ensino técnico em SP terá mais 30 mil vagas no próximo semestre

Governador Geraldo Alckmin lançou nesta segunda projeto de integração com técnico para melhorar ensino médio

iG São Paulo |

O governador Geraldo Alckmin anunciou nesta segunda-feira, o programa Rede Ensino Médio Técnico, que articulará a rede estadual ao ensino técnico. Para o segundo semestre, já haverá 30 mil vagas para alunos de 2º ano da rede comum.

O programa será executado pela Secretaria da Educação em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) e com o Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, além de outras instituições de ensino técnico que serão credenciadas mediante chamada pública a ser iniciada nesta semana.

Somente para este ano, a iniciativa terá o investimento da ordem de R$ 60 milhões. "Tudo isso para estimular os alunos a fazerem o ensino médio . Aquele aluno que terminou o 9º ano do ensino fundamental não parar de estudar", afirmou o governador.

Duas modalidades

A educação técnica profissional será oferecida em duas modalidades, uma, de forma concomitante, e outra, integrada ao ensino médio. Na modalidade concomitante, que terá início a partir de outubro deste ano, o aluno cursará o ensino médio na rede estadual e o técnico à parte, em uma das instituições de educação profissional que serão credenciadas pela Secretaria da Educação mediante chamada pública.

Esse modelo será implantado nos 155 municípios paulistas com mais de 40 mil habitantes, que juntos somam 1,3 milhão de estudantes matriculados nesta etapa de ensino na rede estadual. 

Já neste segundo semestre, serão ofertadas 30 mil vagas. Os alunos matriculados na 2ª série do ensino médio das escolas estaduais deverão se inscrever em uma das instituições credenciadas, entre os dias 23 de agosto e 4 de setembro. Caso o número de inscritos supere o de vagas, os estudantes serão selecionados por sorteio.

Na modalidade integrada, que terá início no próximo ano, a formação básica e o ensino técnico serão oferecidos em um único curso estruturado por uma equipe técnica formada por representantes da Secretaria, do Instituto Federal e do Centro Paula Souza. Poderão concorrer às vagas alunos matriculados na 1ª série do ensino médio do das escolas estaduais selecionadas.

Em 2012, somando as duas modalidades, serão oferecidas cerca de 100 mil vagas. A meta, até 2014, é alcançar 30% das matrículas no ensino médio articulado à educação profissional técnica de nível médio, beneficiando aproximadamente 450 mil estudantes.


    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG