SiSU registra um milhão de inscrições

Número de inscrições nesta terça-feira superou o de segunda. Segundo Ministério da Educação, sistema está estável

Priscilla Borges, iG Brasília |

O Sistema de Seleção Unificada (SiSU) recebeu nesta terça-feira um número maior de inscrições do que o registrado nesta segunda. Desde domingo, quando os estudantes puderam começar a se inscrever, o sistema ficou lento e, por vezes, inacessível aos candidatos. O Ministério da Educação chegou a tirar o SiSU do ar para tentar minimizar os problemas técnicos que tornavam o programa lento. Nesta terça, os estudantes continuam relatando problemas para acessar a página de inscrição, mas o número de inscrições chegou a 1 milhão até as 19h20, segundo o MEC.

O ministério afirma que o sistema está estável e que a quantidade de inscrições nesta terça superou as feitas em um dia no mesmo período do ano passado. Às 19h desta segunda, o sistema tinha recebido 560 mil inscrições . Quase 500 mil conseguiram confirmar as inscrições nesse intervalo de 24 horas. Toda a rede do ministério está operando lentamente para que o SiSU fique mais ágil e, de acordo com balanço divulgado nesta terça, 900 inscrições podem ser feitas por minuto.

Os problemas enfrentados pelos estudantes não param no acesso ao sistema. No início da noite desta segunda-feira, estudantes denunciaram ao iG e em comunidades na internet o vazamento de dados na página do SiSU. Candidatos que entraram no site usado para distribuir vagas em 83 instituções públicas de ensino a partir das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), após efetuar o login, eles viam informações de outras pessoas.

Segundo os alunos, os dados poderiam ser alterados, mas o MEC nega. Em nota, os técnicos admitem que os candidatos podiam ver as informações, porém, ao tentar modificá-las, o sistema não permitiria mudanças. Na manhã desta terça, no entanto, candidatos relataram que seus cursos foram alterados ou perceberam a inscrição cancelada . Ao iG , o ministério garante que nenhum candidato conseguiu alterar os dados do outro, mas assume que pode ter havido uma troca de informações no banco de dados.

Os problemas com as inscrições levaram um grupo de estudantes a procurar a justiça para ajudá-los. A Defensoria Pública da União no Ceará entrou com uma ação civil pública na Justiça Federal do Estado contra o exame, pedindo acesso às provas e aos critérios de correção utilizados na redação. O MEC ainda não recebeu a notificação, mas afirma que a Advocacia Geral da União deve recorrer do pedido.

Manutenção

O Ministério da Educação tirou o SiSU do ar nesta segunda-feira, entre as 19h30 e as 20h, para manutenção. No entanto, até as 22h30 o iG Educação não conseguiu acessá-lo. Prevista para acabar amanhã, a etapa de inscrições foi prorrogada até o dia 20, quinta-feira.

O MEC também criou um limitador de tempo para o acesso nesta segunda-feira. O estudante terá 20 minutos para movimentar a página e fazer as opções e a inscrição. Caso a mantenha apenas aberta, sem movimentação, ela será fechada em dez minutos. Com a medida, o MEC pretende limitar a navegação excessiva na página de inscrição e melhorar o acesso para os estudantes. As simulações podem ser feitas no hot site, sem limite de tempo.

    Leia tudo sobre: EnemSiSUensino superioruniversidades

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG