Relógio de luz usado no Enem também apareceu em simulado em Minas

Escola e MEC alegam coincidência no uso da mesma figura em questões com respostas diferentes

Denise Motta, iG Minas Gerais |

O colégio Bernoulli, um dos mais tradicionais de Belo Horizonte e reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) como um dos mais bem avaliados do País em notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) , divulgou na tarde desta sexta-feira (28) uma nota à imprensa sobre questão aplicada em simulado parecida com pergunta do teste do governo federal. No mês de setembro, alunos do ensino médio do Bernoulli realizaram um simulado em que a figura de um relógio de leitura de energia elétrica aparecia em um dos itens. A pergunta não se referia, entretanto, sobre a leitura do relógio. O Enem, na questão 138 da prova rosa de domingo, utilizou o mesmo relógio para perguntar qual a leitura correta do equipamento.

“A semelhança entre os itens se dá tão somente pelo fato de ser utilizado o 'relógio de luz' e de haver uma explicação sobre como ele funciona, para evitar que o candidato erre a questão por não saber como se faz essa leitura”, esclareceu o Colégio Bernoulli. E completou: “O item do Enem teve aplicação meramente matemática, de leitura numérica; já o do Bernoulli figurou na prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, cobrando do aluno a leitura do relógio e a resolução de um problema proposto”.

O Enem tem como fonte do relógio o site da Empresa Energética do Mato Grosso do Sul (Emersul), mas ao acessar a página nesta sexta o relógio encontrado para ensinar como se faz a leitura tinha números diferentes do utilizado na prova do exame nacional. No teste do governo federal destaca-se que o item foi retirado do site no dia 26 de abril de 2010. De acordo com a escola de Belo Horizonte o relógio com a leitura idêntica ao dos utilizados tanto pelo Bernoulli quanto pelo Enem pode ser acessado em diversos sites.

O Bernoulli também diz que, seguindo diretrizes do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), para formular questões simuladas são utilizados dados e figuras do cotidiano. “O Grupo Bernoulli não recebeu qualquer informação privilegiada com relação a itens do Enem e não faz parte da equipe que fornece itens ao Inep. Afirmamos ainda que não houve pré-teste na escola. A informação é ratificada pelo MEC, que também afirma que o episódio foi coincidência”.

A questão do colégio Bernoulli:


Reprodução
.

Questão do Enem
Reprodução
.
(à esquerda)

    Leia tudo sobre: Enem 2011provasquestões

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG