Prova do 2º dia é considerada fácil por candidatos

Alguns dizem que bastava entender o enunciado para chegar a cálculos bastante simples de resolver

Cinthia Rodrigues e Marina Morena Costa, iG São Paulo |

O segundo dia de provas do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) , que acabou às 18h30 deste domingo (horário de Brasília), foi considerado fácil pela maior parte dos candidatos. As provas de linguagens e matemática exigiram bastante interpretação de texto dos candidatos, mas tinham resolução simples. Em um dos casos, após entender do que tratava a questão bastava passar milímetros para metros para chegar a resposta correta.

Amana Salles/Fotoarena
Bruna Siqueira, à esquerda, comentou com a amiga Flávia que a prova de matemática estava "ridícula" de fácil

Para alguns estudantes, a resposta estava no próprio enunciado. Heitor Braga Correia, de 17 anos, disse que usou mais interpretação de texto do que cálculo na prova de matemática. O colega David Henrique da Silva Serra, de 17 anos, concorda: “Não estava muito difícil, tinha bastante interpretação de texto”.

As amigas Nayara Ramos Fiorindo e Janaína Alves, ambas de 17 anos, tiveram dificuldades na parte de matemática. “Somos alunas da Escola Estadual Ermano Marchetti, e na área de matemática a rede pública deixa a desejar. Caiu coisas que eu nunca tinha visto”, disse Nayara, que pretende cursar Administração Hospitalar em uma universidade particular. Janaína também achou a prova de português mais fácil: “Tinha muita interpretação. Na parte de geometria, tive muita dificuldade, porque nunca tive essa matéria na escola”.

As duas destacam a importância de o Enem ser gratuito para estudantes de escolas públicas, que muitas vezes não prestam vestibulares por causa das altas taxas de inscrição. “É uma oportunidade. Se a gente for bem, pode conseguir entrar em uma boa faculdade pública. E não é totalmente gratuito, porque eu pago os meus impostos”, declara Nayara.

Julien Pereira/Fotoarena
Heitor usou mais interpretação de texto do que cálculo na prova de matemática
'Matemática estava ridículo'

Ao encontrar a amiga Beatriz Garaboski, de 16 anos, a treineira Carolina Moreira, 16 anos, logo disse o que achou da prova: "Matemática estava ridículo", comentou, de tão fácil que achou a prova. "Algumas perguntas exigiam contas super simples."

Armando Ribeiro da Silva, de 18 anos, está na dúvida se o Enem ficou muito mais fácil do que o ano passado ou se foi o que aprendeu no último ano da escola e no cursinho que fez as questões parecerem bem mais simples de resolver. "Na prova de hoje, não tinha nada muito difícil, deu para responder sem chutar nada", disse.

Mal estar

O estudante Rafael Gil de Godoy, de 18 anos, passou mal durante a prova do Enem. O candidato foi atendido por um bombeiro e encaminhado à ala hospitalar da Uninove, onde fez a prova. “Almocei muito rápido e aí me senti mal. Vomitei, mas depois melhorei e voltei pra terminar a prova”, conta. Apesar de não dominar exatas, ele acha que foi bem: “Segui o conselho de prestar atenção nos enunciados e consegui responder boa parte das questões de matemática”.

Veja imagens do segundo dia de provas do Enem :


    Leia tudo sobre: enem 2011provas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG