Novo Enem será no dia 15 de dezembro

Até o momento, governo identificou 2.817 alunos que precisarão refazer a prova por terem recebido caderno com erro de impressão

iG Brasília e iG São Paulo |

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou nesta terça-feira que as novas provas de , do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), para os alunos que foram prejudicados por erros de impressão no dia 6 de novembro, serão realizadas no próximo dia 15 de dezembro, uma quarta-feira, às 13h.

Até o momento, o Inep identificou 2.817 estudantes que receberam a prova amarela com problemas e não tiveram o caderno substituído, mas o trabalho de análise das 116.626 atas dos locais de prova segue sendo realizado.

Os alunos identificados serão comunicados pelos meios habituais (e-mail, sms, e telefone) e também receberão um novo cartão de confirmação de inscrição com o local onde devem se apresentar. Esses estudantes receberão declaração de comparecimento para justificar eventual ausência do ponto de trabalho após a prova.

nullNa mesma data, se realizam os vestibulares da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA); provas de habilidades específicas da Universidade Federal de São João Del-Rei (UFSJ)  e exames para vagas remanescentes da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

As normas de segurança do edital do ENEM-2010 são as mesmas para a realização desta nova prova, ou seja, os alunos devem se apresentar com uma hora de antecedência no local da prova, portando o novo cartão de inscrição (que estará disponível no portal do INEP) e um documento de identidade com foto, além de caneta esferográfica preta.

Correção invertida

Os alunos que responderam o gabarito na ordem inversa, em consequência de um erro no cartão de respostas que trazia os cabeçalhos invertidos em relação à prova, tiveram que se identificar em site do Inep, para que a correção seja feita da maneira como responderam as questões. O prazo para pedir a correção invertida já acabou.

    Leia tudo sobre: Enemanulaçãoprova

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG