Nova prova do Enem chama quem não teve problemas

Estudante de Florianópolis recebeu o caderno amarelo sem erro de impressão e foi convocada para refazer o exame

Marina Morena Costa, iG São Paulo |

Ao verificar os e-mails ontem a estudante Tainah Maria de Souza Lunge, de 17 anos, levou um susto. Havia uma mensagem do Ministério da Educação (MEC) a convocando para refazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no próximo dia 15 de dezembro. A prova será reaplicada aos candidatos que receberam o caderno amarelo com erro de impressão, mas este não foi o caso da estudante.

Tainah recebeu a prova amarela de Ciências Humanas e Ciências da Natureza no primeiro dia de Enem, 6 de novembro, com o caderno completo, sem erros de impressão ou questões repetidas. “Minha prova era completa, não fiz o requerimento para a segunda aplicação e acho que o fiscal não tinha motivo para incluir meu nome na ata. Levei um susto quando vi o e-mail”, diz.

A estudante ficou confusa com a notificação, pois entendeu que seria obrigada a refazer a prova. No entanto, o MEC avisa que quem foi chamado e não refizer o Enem terá a nota da primeira prova considerada.

Moradora de Florianópolis, Tainá irá prestar o vestibular da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) no domingo (18) e não quer refazer o Enem. “Fui bem na primeira prova. Acertei 50 questões e prefiro aproveitar para estudar para a UFSC”, conta a estudante que quer cursar Oceanografia.

Na última terça-feira, o MEC liberou a consulta aos locais de aplicação da nova prova. Para saber se foi convocado e ver onde prestará o novo exame o estudante deve acessar o site do Enem e digitar o CPF e a senha de cadastro no sistema.

A nova prova será reaplicada em 218 municípios de 17 Estados . Pelo último levantamento divulgado pelo MEC, serão chamados pelo menos 2.817 candidatos para refazer a prova, mas este número pode ser maior.

    Leia tudo sobre: Enemproblemasnova prova

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG